Quanto tempo dura a bateria de um carro? Dicas para estender o prazo!

Entenda os itens que influenciam na vida útil da bateria do seu carro e evite os gargalos que acabam com a longevidade!
  • Atualizado em October 24, 2023
  • Publicado em September 22, 2021
  • Seu carro

Conhecer quanto tempo dura a bateria de um carro é um cuidado importante para evitar que você fique sem seu veículo quando mais precisar.

Imagina o transtorno de começar um dia corrido, em que você precisa ir trabalhar, estudar, levar os filhos para a escola, encontrar alguns amigos e sair para jantar, mas ter a surpresa do carro não ligar.

Essa é a descrição do pesadelo de muita gente, desde aqueles que dependem do carro para tudo, inclusive para trabalhar, até quem usa esporadicamente o veículo.

A boa notícia é que é possível evitar esse tipo de problema realizando uma boa manutenção, que começa descobrindo quanto tempo dura a bateria de um carro.

Uma vez que você comprou a bateria, pode acompanhar o prazo de vida útil e levar o carro no mecânico para a troca antes que o problema aconteça.

Quanto tempo dura a bateria de um carro?

O tempo de duração da bateria de um carro dura, em média, de 2 a 3 anos. Um item de marca inferior pode ter apenas metade dessa vida útil. Outros fatores interferem nesse prazo, como as condições de uso e manutenção, o clima, a marca e o modelo do veículo.

Lembrando que a bateria de carro é um dos componentes essenciais para o funcionamento do automóvel, logo, sua durabilidade é de grande importância para evitar danos elétricos e contratempos.

A boa notícia é que, com alguns cuidados, além da manutenção veicular, você pode ampliar esse prazo. A seguir, compartilhamos dicas de como aumentar a vida útil da bateria do carro.

Boa leitura!

Como aumentar a vida útil da bateria do carro?

Para aumentar a vida útil do carro é essencial:

  1. comprar a bateria correta;
  2. dar partida com os itens elétricos desligados;
  3. desligar itens elétricos antes do motor;
  4. não usar itens elétricos com o motor desligado;
  5. evitar acessórios não originais;
  6. fixar a bateria adequadamente;
  7. ligar o motor do carro periodicamente;
  8. manter os terminais limpos.

A seguir, explicamos detalhadamente cada uma dessas boas práticas para aumentar a vida útil do carro.

Compre a bateria de carro correta

Assim como existem componentes ideais para cada modelo, o mesmo vale para a bateria.

A amperagem da bateria deve ser correspondente ao tipo do carro. O mesmo serve para a escolha dos itens elétricos utilizados.

Afinal, ambos devem ser correspondentes à carga que o carro precisa para funcionar normalmente.

Não se iluda com baterias muito baratas, apesar de encontrá-las no mercado com certa facilidade. Sua qualidade certamente não será tão boa quanto uma bateria de maior valor.

A bateria boa precisa de materiais puros; logo, é necessário considerar o custo-benefício.

Priorizar apenas o valor pode destruir o motor de partida! E temos certeza de que se você procurar quanto custa uma bateria de carro, o resultado será mais barato do que o custo de um motor novo.

Dê a partida com os itens elétricos desligados

Como os itens elétricos impactam em quanto tempo dura a bateria de um carro?

Para dar essa resposta, é importante ter um conhecimento simples de como funciona a conexão desses equipamentos no veículo.

Dar a partida demanda uma carga elétrica muito intensa da bateria, o que significa que, quando os acessórios elétricos estão ligados, o risco de sobrecarga é muito maior, impactando diretamente a vida útil da bateria do carro.

O ideal é desligar todos os acessórios, como rádio, ar-condicionado, faróis e outros.

Contudo, para os automóveis com um sistema robusto de som, como volumes altos e fortes, esse tópico é ainda mais importante.

Ao dar partida no carro com esses módulos ligados, você pode danificar os demais itens elétricos e descarregar completamente a bateria, impossibilitando ligar o carro.

Desligue os itens elétricos antes de desligar o motor

Algumas pessoas, seja por pressa ou falta de informação, têm o hábito de simplesmente desligar o carro e sair sem antes tomar ações como desligar corretamente o rádio, farol, ar-condicionado e outros itens.

Parece algo inofensivo, contudo, esses cuidados estão relacionados à dica anterior de como aumentar a vida útil da bateria do carro.

O costume de deixar tudo ligado acaba sobrecarregando a bateria na sua próxima partida, afinal, os últimos itens elétricos que estavam em uso - e não foram desligados do jeito correto - serão religados automaticamente.

Como já explicamos, essa sobrecarga diminui a vida útil da bateria.

Leia também: Qual é a vida útil de um pneu e quais cuidados tomar?

Não abuse dos itens elétricos com o motor desligado

Ainda relacionado aos itens elétricos, evite usá-los enquanto o motor estiver desligado.

Muitos proprietários têm o hábito de deixar o som ligado enquanto fazem outra atividade ou utilizam o ar-condicionado sem ligar o motor.

Esses costumes, assim como esquecer os faróis ligados, diminuem a vida útil da bateria do carro.

Procure evitar esse tipo de comportamento e certifique-se que os faróis também foram desligados ao sair do veículo.

Como os itens elétricos utilizam bastante energia, podem descarregar a bateria de forma rápida e inesperada, chegando ao ponto de não conseguir ligar o carro novamente.

Evite acessórios não originais

Pode até parecer que incentivar o uso de acessórios originais é uma forma das próprias montadoras de automóveis lucrarem em cima dos proprietários.

Contudo, não abrir mão dos acessórios originais é uma prática que garante a integridade do seu veículo, bem como a durabilidade da bateria quando se trata de componentes que dependem dela.

Ou seja, se você não ficou satisfeito com a resposta de quanto tempo dura a bateria de um carro e quer estender essa validade, é importante anotar essa dica!

Afinal, os fabricantes produzem os itens com as características ajustadas às necessidades do seu carro.

Tenha o cuidado de não utilizar marcas desconhecidas ou não compatíveis com as exigências do modelo, além daqueles com qualidade duvidosa.

Escolhas ruins podem representar a redução do tempo de vida da sua bateria e, ainda, causar problemas elétricos.

Fixe a bateria adequadamente

Conduzir o veículo em vias irregulares ou mesmo apenas usar o carro no dia a dia pode fazer com que a bateria sofra uma leve folga nos ajustes dos seus cabos.

O que não significa que haverá uma redução no tempo de vida útil do componente, mas pode impactar a recarga da bateria, que não será tão eficiente.

Esse descuido também pode gerar um curto circuito prejudicando sua segurança.

Para evitar contratempos, verifique periodicamente se a bateria está bem conectada aos seus cabos e fixa na câmara.

Caso note algum deslocamento, faça os ajustes necessários para garantir que a recarga seja feita sem prejudicar o funcionamento da parte elétrica.

O mesmo vale para checar se todos os itens estão em boas condições de uso.

Leia também: Primeiro carro: 9 cuidados essenciais para otimizar a vida útil

Ligue o motor do carro periodicamente

Mesmo que você não utilize seu veículo com frequência, é vital se preocupar com quanto tempo dura a bateria de um carro e como mantê-la trabalhando.

Esse tipo de cuidado é importante porque todo automóvel é feito para estar em movimento, do contrário, é comum ocorrer alguns danos por falta de uso.

Sobretudo, a bateria carrega com o motor em funcionamento e, mesmo desligado completamente, parte do veículo continua consumindo energia.

Aqui, a dica é ligar o motor semanalmente, em especial para os proprietários que usam pouco o veículo ou para quem vai viajar e precisa deixar o carro alguns dias parado na garagem.

O ideal é o veículo ficar ligado por, pelo menos, 10 minutos por semana e usar todas as suas funcionalidades.

Outra sugestão é andar com o carro por uns 20 minutos na semana. Assim, você garante o bom funcionamento de toda a mecânica e evita precisar pesquisar quanto custa uma bateria de carro. #ficaadica

Mantenha os terminais limpos

Por fim, para garantir o bom funcionamento da bateria do carro, é essencial fazer a manutenção dos terminais da bateria.

Com o tempo, eles sofrem oxidação e geram o chamado zinabre, que é um resíduo esverdeado, o qual prejudica o funcionamento dos terminais.

Para fazer sua manutenção, é bem simples: basta desconectar primeiro o cabo negativo, depois o positivo e fazer a limpeza com uma solução de água com bicarbonato de sódio.

Esfregue com cuidado cada terminal até remover o resíduo, seque bem e ligue. Dessa vez, primeiro conecte o positivo e, então, o negativo.

E, para que todas as dicas listadas até aqui realmente tenham sua eficiência esperada, é indispensável que a bateria do carro seja uma de qualidade e compatível com o modelo e demais acessórios do seu automóvel.

Assim, você garantirá maior durabilidade da bateria e aproveitará melhor todo o potencial do seu veículo.

Como recuperar uma bateria de carro?

Para recuperar uma bateria de maneira segura, a recomendação é buscar um mecânico profissional. Na recuperação, é realizada uma lavagem por dentro da peça. Entretanto, a recuperação de baterias, de maneira geral, não é indicada, sendo uma prática antiga, que reduz a segurança do veículo.

Vale a pena destacar, entretanto, que o processo de recuperação não é sinônimo de reforma de baterias.

Na reforma, as placas boas da peça são aproveitadas, enquanto as ruins são descartadas e substituídas. A bateria é montada profissionalmente, em uma caixa nova.

Esse é um processo interessante e que pode ser feito, desde que com a orientação correta. Já a recuperação não é indicada.

Uma alternativa é a recarga, que funciona quando a bateria descarrega. Nesses casos, um profissional pode ser acionado para recarregá-la, desde que a bateria esteja em boas condições.

Em suma, após descobrir quanto tempo dura a bateria de um carro, seu trabalho é fazer a manutenção do veículo e seguir as nossas dicas para aumentar a vida útil.

De maneira geral, a manutenção é essencial para ampliar o tempo de vida do carro.

Então, não esqueça de ficar atento aos sinais e fazer uma revisão periódica, semestral ou anualmente.

Para evitar dores de cabeça com o veículo, uma dica é trocar o carro antes que ele comece a dar sinais de idade, exigindo uma manutenção constante.

Se planejar financeiramente é a chave para dar esse passo. Nesse cenário, o consórcio de veículos é uma ótima alternativa para quem já tem carro, não tem pressa de trocá-lo, mas deseja ter um modelo mais novo a médio prazo.

Agora que você já sabe quanto tempo dura a bateria de um carro e entende o quanto a manutenção é importante, nosso convite é que conheça a Racon Consórcios e faça uma simulação gratuita, já pensando em seu novo automóvel.
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
drive_eta
Seu carro

Como comprar um carro PCD? Veja quem tem direito, benefícios e mais

drive_eta
Seu carro

Carro automático seminovo: dicas para fazer uma boa escolha!

drive_eta
Seu carro

Como funciona o consórcio de carros usados? Vale a pena?