Tamanho ideal de apartamento: 8 aspectos a considerar

Saiba quais são as principais questões a se considerar ao escolher o tamanho ideal de apartamento para você e sua família!
  • Atualizado em January 5, 2024
  • Publicado em September 11, 2017
  • Seu imóvel

Investir em um imóvel é uma decisão importante que requer organização, determinação e conhecimento prévio.

Para quem sonha em sair do aluguel e ter seu próprio patrimônio, a escolha do apartamento com o tamanho ideal pode ser complicada. Afinal, o que é melhor: um imóvel menor, com dois quartos, ou um apartamento de três quartos?

Para tomar a decisão que mais se encaixa com suas necessidades, é necessário colocar algumas questões na ponta do lápis.

Afinal de contas, diante de tantas opções disponíveis no mercado, você deve enxergar o que realmente se torna funcional na dinâmica do dia a dia, as condições financeiras e o planejamento futuro de maneira geral.

Atualmente, são vários os fatores que podem influenciar nessa decisão. Para te ajudar a entender como escolher um  apartamento para a família, esse artigo traz as principais questões a se considerar ao investir em um imóvel.

Boa leitura!

Como escolher o apartamento ideal? Aspectos a considerar

A escolha de plantas de apartamento é complicada para você? Nós entendemos! Há muitos aspectos a considerar na hora de identificar o tamanho ideal de apartamento.

Além disso, quando falamos sobre compra de imóveis, a decisão precisa ser tomada com consciência e certeza, afinal, trata-se de um investimento de longo prazo.

Para te ajudar a aliviar a carga da escolha, separamos 8 pontos fundamentais para ter em mente antes de fechar um contrato de compra de imóvel. Quer conhecê-los? Então, siga em frente!

1- Tamanho da família

Você mora sozinho ou começou uma vida em casal há pouco tempo? Se a resposta for sim, pode ser que um apartamento de um ou dois quartos te atenda.

Afinal, famílias com este perfil tendem a precisar de menos espaço, o que torna a demanda compatível com o tamanho de imóveis compactos, não exigindo, portanto, investimento na aquisição de um local maior.

Por outro lado, se você também pensa no futuro e pretende construir um patrimônio ou aumentar a família, deve considerar a compra de uma casa ou apartamento de três quartos.

A questão do tamanho pode ser fundamental, principalmente para casais, caso haja a intenção de ter filhos.

Assim, é preciso levar em conta o tamanho atual da família que vai morar no local e quais os planos de cada pessoa. Ter uma visão de futuro pode evitar transtornos e gastos com reformas, ampliações do imóvel e até mesmo a necessidade de uma mudança de casa.

2- Frequência das visitas

A frequência com a qual recebe visitas também é um ponto importante a ser avaliado.

Se você mora longe da família, em outra cidade ou estado, por exemplo, as visitas podem não ser tão frequentes, mas, quando acontecem, demandam um tempo maior de permanência.

Também há exemplos de casais com apenas um filho que têm vínculos familiares com pessoas de outras cidades, e que se tornam referências no lugar onde moram.

Nesses casos, os parentes e amigos mais próximos que chegam à cidade para estudar ou trabalhar acabam se tornando hóspedes, ainda que temporários.

É o seu caso?

3- Acolhimento de outras pessoas

Outro fator a se considerar é o possível acolhimento de um amigo ou parente em casa, como o pai ou a mãe dos moradores. O mais comum é que as pessoas próximas, como os parentes, sejam recebidos para uma visita apenas.

Porém, existe também a possibilidade dessas pessoas serem acolhidas por mais tempo e, às vezes, até permanentemente. O exemplo vale para quem tem pais, mães ou avós idosos que podem precisar de cuidados de saúde e supervisão durante um tempo.

4- Futuros filhos

A necessidade de um apartamento de três quartos pode ser determinada também pela existência de dois filhos adolescentes ou de filhos em idades muito distintas.

Durante a infância, as crianças até preferem compartilhar o quarto com um irmão ou irmã que tenha idade próxima. Porém, quando há uma diferença de idade muito grande entre os filhos ou quando ambos são adolescentes, a situação muda drasticamente, sendo recomendado ter quartos separados.

Se este for o seu caso, é preciso considerar que cada idade define um tipo de comportamento, o que torna ideal que cada um tenha o próprio quarto.

5- O estudo e a profissão

Atualmente, é muito comum que as pessoas prolonguem os estudos, se dedicando a novos cursos de graduação e de pós-graduação. Da mesma forma, o trabalho em casa vem se tornado cada vez mais frequente.

Nos dois casos, de estudo e de trabalho, é necessário haver um espaço exclusivo para atender às demandas próprias de cada um.

Você estuda? Então, é preciso contar com um espaço reservado onde possa se concentrar nos estudos sem interrupção.

Se o seu caso for de um profissional em home office, pode ser preciso ter um cômodo para exercer o ofício com a dedicação necessária, também sem interrupções e mantendo o nível de organização que a atividade exige.

Caso você seja parte de um casal sem filhos ou mesmo uma pessoa que mora sozinha, por exemplo, saiba que essas possibilidades podem até se sustentar num imóvel com dois quartos.

Porém, se pretende aumentar o número de membros na família, pode ser necessário ter um apartamento de três quartos. Assim, o terceiro dormitório pode ser convertido em quarto de estudo ou escritório.

6- Condição financeira

Antes de partir para a compra de um apartamento de três quartos, mesmo que a necessidade seja urgente, é preciso avaliar as suas condições financeiras. Nesse sentido, é importante fazer um levantamento de todos os rendimentos e confrontá-los com as despesas existentes.

Se o saldo atual não for positivo e o apartamento de três quartos for sua decisão final, é preciso considerar um corte de gastos e um planejamento financeiro para equilibrar o orçamento.

Aliadas ao rendimento disponível para a compra, as economias já existentes também devem ser consideradas. Dessa forma, será possível levantar a capacidade de assumir os compromissos impostos pela compra do imóvel.

7- Área diversificada para lazer

Se você prioriza o tempo de qualidade em família, o apartamento de três quartos pode se tornar uma excelente opção.

Ao contar com mais um quarto, existe a possibilidade de criar uma área diversificada de lazer que faz toda a diferença aos finais de semana e nos momentos de diversão.

Uma sala de cinema com projetor, por exemplo, garante uma série de programas interessantes que permitem trazer os amigos e outros familiares.

Outra opção é cuidar da saúde e fazer com que o terceiro quarto se transforme em um espaço de exercícios físicos confortável, com aparelhos de academia.

As possibilidades são infinitas, variando conforme o perfil dos moradores, o tamanho do terceiro quarto e as características da rotina.

Mas, ao avaliar em longo prazo, ter um quarto que se torna uma área de lazer pode também representar uma série de economias, especialmente com saídas ao cinema ou com planos de academia. Sem contar na chance de fazer tudo isso com privacidade e segurança!

8- Conforto

É claro que não podemos deixar de falar no quanto um apartamento espaçoso se torna mais confortável.

Por exemplo, se um dos seus filhos gosta de tirar um momento do dia para ouvir música, ele não precisa incomodar os irmãos.

Quando se tem crianças pequenas, também existe a necessidade de guardar brinquedos e ter espaço extra para armazenar os itens que apresentam grande volume, mantendo a casa organizada.

Vale lembrar que os pequenos ainda são grandes fãs de animais de estimação. Ou seja, com espaço suficiente no apartamento, fica mais simples brincar com o bichinho, ensiná-lo a ter seu próprio cantinho e ainda manter o local organizado na medida do possível.

Resumindo: qual o tamanho ideal de um apartamento para casal?

Como você viu na lista acima, há uma gama de aspectos a considerar na hora de definir o tamanho ideal de um apartamento. Por esse motivo, é difícil “bater o martelo” e definir qual o tamanho ideal de um apartamento para um casal.

No entanto, conforme pontuamos acima, em casos em que ambos os moradores passem pouco tempo em casa e não tenham demandas espaciais específicas (como escritórios e espaços dedicados ao lazer), um apartamento de 1 quarto pode atender às necessidades.

Se, por outro lado, um cômodo extra é importante para abrigar as visitas ou assegurar um conforto maior para o casal, a recomendação é optar por uma planta de 2 quartos.

E o tamanho ideal de um apartamento para 3 pessoas?

Para responder qual o tamanho ideal de um apartamento para 3 pessoas, é importante considerarmos a configuração do grupo. Estamos falando de dois pais e um filho? Um pai e dois filhos? Três amigos?

Seja qual for a definição, vale colocar em pauta as necessidades individuais de cada um e também as demandas coletivas. Cada morador precisa de um quarto individual? Ter um quarto de hóspedes, escritório ou lazer é um desejo de todos?

A partir daí, fica mais fácil definir se imóveis de 2, 3, ou mesmo 4 quartos são os mais indicados.

Pensando em comprar seu novo imóvel? Conheça o consórcio imobiliário

Se você pretende comprar um apartamento maior, mas não dispõe de dinheiro suficiente é o consórcio imobiliário. Trata-se de uma excelente oportunidade de economizar e comprar um imóvel de melhor qualidade.

Sem a necessidade de ter dinheiro para a entrada, você pode encontrar opções flexíveis de valores e prazos que são fundamentais na hora de tirar os sonhos do papel.

Para que seja possível pagar as parcelas que cabem no seu bolso e se planejar financeiramente, o melhor caminho é contar com uma administradora experiente e que seja referência no mercado especializado.

Só assim será possível tomar decisões inteligentes, administrar seus recursos conforme os objetivos e construir um relacionamento de confiança.

Pronto! Agora ficou claro como determinar o tipo ideal de apartamento pode fazer a diferença em sua rotina familiar, concorda?

O importante é encontrar algo funcional, que caiba no bolso e traga conforto na medida certa. Com isso, fica mais simples escolher de maneira consciente e contar com uma administradora focada em bons resultados e com atendimento personalizado para auxiliar a busca pelo consórcio de imóvel ideal.

Trabalha em casa e quer algumas dicas de como reformar e decorar o home office no conforto do seu lar? Aproveite o fim da leitura e comece agora mesmo este artigo sobre o tema!

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
home
Seu imóvel

Para que serve o habite-se? Como emitir? Tudo sobre o documento!

home
Seu imóvel

Quanto custa a reforma de um banheiro? Como economizar? Veja 7 dicas

home
Seu imóvel

7 dicas para decoração de um apartamento pequeno