Aprenda como aumentar o patrimônio pessoal de forma consciente

Confira estratégias fundamentais para aprender como aumentar o patrimônio e conquistar seus sonhos ao longo da vida! E mais: dicas de investimentos.
  • Atualizado em December 22, 2023
  • Publicado em December 22, 2023
  • Planejamento Financeiro

Seu sonho é ter um carro novo, comprar um imóvel, ter um terreno na praia ou abrir uma empresa? Saiba que todos eles fazem parte das dicas de como aumentar o patrimônio pessoal ao longo da vida. Porém, há ainda diversas estratégias para evoluir constantemente, sem precisar se endividar.

Ao pensar em patrimônio, com certeza vem à mente as suas finanças, ou seja, o dinheiro que está na sua conta bancária ou na poupança. Só que ele engloba muito mais itens, afinal, onde entram as despesas mensais e suas propriedades nessa conta?

Para entender tudo sobre o assunto, continue a leitura e confira o que é patrimônio pessoal, estratégias para aumentar o seu e dicas para investir e elevar sua capacidade financeira durante sua vida!

O que é patrimônio pessoal?

O patrimônio pessoal é considerado todos os bens financeiros e não financeiros que uma pessoa possui. Ou seja, tudo aquilo que tenha valor econômico agregado, esteja em seu nome e pode se transformar em dinheiro. Porém, ele também inclui direitos e obrigações, como dívidas.

Confira todos os tipos de patrimônio pessoal e exemplos:

  • Bens tangíveis: bens materiais que podem ser vendidos e transformados em dinheiro, como carro, terreno e equipamentos;
  • Bens intangíveis: bens que não materiais, ou seja, não existem fisicamente, como pontos comerciais, patentes, domínio na internet para site etc;
  • Móveis: podem ser transferidos de local sem problemas, pois não são presos ao chão, como máquinas, utensílios, estoques e animais;
  • Imóveis: itens fixos no solo, como terrenos, edifícios, plantações, entre outros;
  • Direitos: itens que estão em posse de terceiros, mas podem ser cobrados, como vendas parceladas e empréstimos de dinheiro ou bens;
  • Obrigações: engloba tudo o que a pessoa precisa pagar, como dívidas, financiamentos, empréstimos e contas mensais de consumo.

Como aumentar o patrimônio pessoal?

Os bens financeiros e não financeiros podem - e devem - ser aumentados ao longo da vida. Afinal, eles fazem parte do objetivo de todas as pessoas! Quem não deseja ter um imóvel próprio? Ou um terreno para construir a casa dos sonhos? Ou um carro mais moderno e econômico?

Só que para elevar seu patrimônio, é preciso adotar algumas práticas e eliminar hábitos da sua rotina. Entenda a seguir!

Tenha um planejamento financeiro

O primeiro passo é definir seus objetivos e como eles podem ser alcançados. E para isso é indispensável ter um planejamento financeiro completo, com metas de curto, médio e longo prazo, ações necessárias e prazos.

As metas de curto prazo podem incluir, por exemplo, a compra de máquinas, equipamentos e utensílios. As de médio prazo, carros e investimentos. E as de longa duração, imóveis e terrenos.

Além disso, entenda seus gastos e suas despesas para analisar a situação financeira atual e definir quais mudanças precisam ser feitas para gerar mais recursos.

Saiba mais: Como fazer um planejamento financeiro de longo prazo?

Pague suas dívidas

Para sobrar mais dinheiro, é preciso gastar menos. E a prioridade é eliminar suas dívidas para, então, elevar seu patrimônio.

Entre essas obrigações citamos financiamentos, empréstimos e dívidas do cheque-especial e do cartão de crédito. Comece pelas que possuem maiores taxas de juros e/ou valores mais altos.

Reduza seus custos

Além das dívidas, é fundamental diminuir as despesas mensais de consumo para o salário sobrar e, assim, ser possível investir no seu patrimônio.

Ao analisar seu controle de receitas e despesas pessoais, entenda o que pode ser cortado ou reduzido, como planos de assinaturas, academias mais baratas e supermercados mais em conta.

Invista seu dinheiro

Se você for esperar juntar cada centavo que precisa para conquistar bens para o seu patrimônio, saiba que essa pode ser uma longa espera. Para acelerar a jornada, dedique-se a investir os valores poupados mensalmente.

Os investimentos são classificados em duas formas, atendendo a todos os perfis de investidores (desde os mais conservadores até o mais arrojados):

  • renda fixa: oferecem maior segurança e pouca oscilação, sendo um investimento bastante seguro;
  • renda variável: possui alta oscilação e, por isso, não dá para estimar a rentabilidade do investimento realizado.

Mais abaixo falaremos sobre cada tipo de investimento para você entender qual o melhor para você!

Adquira imóveis

Muitos investidores afirmam que a melhor maneira de aumentar o patrimônio pessoal é investir em imóveis, como apartamento, casa, terreno e lotes.

Isso porque eles não sofrem depreciação, ao contrário, com o passar dos anos, costumam ser valorizados e seu preço de mercado aumenta. Além do fato de poder alugá-los e gerar uma renda passiva.

Aprenda mais: Investimentos seguros: invista em imóveis e fuja de riscos!

Onde investir para aumentar o patrimônio?

Existem várias opções de onde investir para aumentar o patrimônio! Como o consórcio, que é dividido em modalidades para imóveis, reformas, carros, máquinas, equipamentos, entre outros; e aplicações em renda fixa e variável, fazendo seu dinheiro trabalhar por você.

A renda fixa inclui várias categorias, como o Tesouro Direto (títulos públicos), CDB (títulos privados) e LCI e LCA (letras de crédito imobiliárias e agropecuárias privadas).

Já a renda variável engloba os ativos vendidos na bolsa de valores que oscilam de acordo com o mercado, mas oferecem alta rentabilidade, como ações, fundos de câmbio, fundos imobiliários, ouro e mercado futuro.

Outra maneira de investir no aumento do seu patrimônio é optar pela modalidade de aquisição que não cobra taxa de juros em suas parcelas mensais e permite uma compra planejada ao longo dos anos: o consórcio.

Ele é uma modalidade de crédito em que pessoas físicas e/ou jurídicas se unem em um grupo com os mesmos objetivos para comprar um bem. Assim, todos pagam mensalmente uma parcela, que é depositada em uma poupança coletiva.

Ou seja: é possível se planejar para adquirir um apartamento, uma casa, um carro, entre outros itens, sem precisar desembolsar uma fortuna a cada início de mês.

Como funciona o consórcio para aumentar o patrimônio?

O consórcio para aumentar o patrimônio funciona com a união de pessoas em um grupo, que formam um fundo comum para arcar com o valor do crédito que cada consorciado contratou.

Os contemplados com o valor da carta de crédito são escolhidos a cada assembleia realizada periodicamente. Porém, além de esperar ser sorteado, o participante pode ofertar lances e acelerar o recebimento da carta.

E o melhor é que você escolhe o valor das suas parcelas e o prazo de pagamento, sem prejudicar seu planejamento financeiro a médio e longo prazo! E a aquisição do bem é feita à vista, o que aumenta o poder de compra e a negociação por descontos.

A Racon está com uma nova linha de crédito perfeita para quem deseja saber como aumentar o patrimônio e investir a longo prazo: o PR1ME! Ele oferece cota de R$1 milhão, podendo quitá-la em até 220 meses e sem cobrança de juros, apenas da taxa de administração e fundo de reserva.

Conheça agora mesmo o PR1ME e dê o primeiro passo para a realização dos seus sonhos - e o aumento do seu patrimônio pessoal!
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
attach_money
Planejamento Financeiro

Como não gastar dinheiro à toa e se planejar ? Veja + de 15 dicas!

attach_money
Planejamento Financeiro

Como ter controle financeiro? Veja dicas para se organizar!

attach_money
Planejamento Financeiro

Como se organizar financeiramente e economizar dinheiro? Dicas práticas!