Como funciona um rastreador veicular? Principais tipos + 7 benefícios

Quer aumentar a segurança do carro? Saiba como funciona um rastreador veicular e como instalar o seu!
  • Atualizado em January 2, 2024
  • Publicado em September 3, 2020
  • Seu carro

É bem provável que você esteja entre os brasileiros que sonha em ter um carro próprio. Contudo, antes de efetuar a aquisição desse bem, é preciso atentar-se a alguns acessórios muito importantes, mas que podem passar despercebidos. Um exemplo que podemos mencionar é o rastreador veicular.

Com esse dispositivo, é possível monitorar a localização do veículo em tempo real. Por exemplo, em caso de furto ou roubo, fica mais fácil recuperar o automóvel. Não é à toa que as empresas que têm frotas costumam usar algum tipo de rastreador. Assim, elas mantêm uma visão completa do deslocamento dos veículos, identificando desvios estranhos ao trajeto.

Quer saber mais sobre como funciona o rastreador veicular e quais são as vantagens de ter um no seu carro? Continue com a gente!

O que é rastreador veicular?

O rastreador é um aparelho que usa tecnologia de localização, podendo ser instalado em qualquer veículo automotivo (como motos, carros, caminhões etc.). Ele serve para indicar a trajetória e a posição do automóvel.

Como funciona o rastreador veicular?

O rastreador funciona por meio da tecnologia de geolocalização. Para isso, um pequeno equipamento é instalado no veículo e emite um sinal via satélite ou por radiofrequência (dependendo do tipo escolhido).

Tais informações são transmitidas via internet. Caso ocorra o furto do veículo, por exemplo, o sinal envia as coordenadas geográficas à central e viabiliza a localização por parte das autoridades.

Com isso em mente, vem a questão: como colocar rastreador no carro? A melhor maneira é contratar uma empresa especializada, garantindo que o serviço seja feito com qualidade.

Como funciona o bloqueador veicular?

O bloqueador é um equipamento adicional ao rastreador, sendo que a função é, justamente, bloquear o veículo e impedir que ele se movimente. Esse processo é feito pelo responsável pelo monitoramento do veículo.

Essa tecnologia é instalada junto à ignição ou bomba de combustível. Quando acionado, faz com que interrompa o processo, impedindo que o veículo saia do local.

Quais os principais tipos de rastreamento para carro?

Atualmente, existem dois tipos de rastreador veicular disponíveis no mercado, funcionando via GPS (Global Positioning System) ou radiofrequência.

A principal maneira de avaliar qual é o melhor rastreador veicular é entendendo como eles funcionam. Veja mais sobre cada modelo, logo adiante!

GPS

Basta falar em rastreamento de qualquer objeto para que alguém logo associe o processo ao GPS. Em português, GPS significa Sistema de Posicionamento Global, o que fornece boas pistas a respeito de seu funcionamento.

Tudo acontece por meio da utilização de uma rede de satélites, que captam o sinal emitido pelo dispositivo e o enviam a uma central de monitoramento ou ao próprio dono do carro. O GPS trabalha com coordenadas, que são prontamente veiculadas em um mapa, a fim de descobrir o paradeiro do veículo.

Radiofrequência

Apesar de o senso comum apontar quase que exclusivamente para o GPS, essa não é a única tecnologia usada pelos rastreadores. Também existe o rastreador veicular movido por radiofrequência. Nesse caso, a localização acontece com a ajuda de ondas de rádio.

Diferentemente do GPS, o rastreamento de veículos por radiofrequência é limitado a certo perímetro. Trata-se da área de cobertura dos sinais, que são detectados por antenas específicas.

Apesar do alcance das ondas de rádio ser menor, uma vez que dependem da proximidade com as antenas, ainda assim, a área de cobertura é ampla.

Às vezes, os rastreadores via radiofrequência podem funcionar em lugares onde os GPS falham, como túneis e subsolos.

Quais as vantagens do rastreamento veicular?

Conhecendo as tecnologias usadas no rastreamento veicular, chegou a hora de conferir todos os benefícios proporcionados pelo dispositivo. Veja quais são a seguir!

1. Bom custo-benefício

Certamente, você deve estar pensando “quanto custa um rastreador veicular? Será que realmente vale a pena”?

A verdade é que adotar um rastreador no automóvel tende a baratear o valor pago no seguro do bem. Isso acontece porque o aparelho aumenta consideravelmente as chances de busca e recuperação do veículo, caso ele seja furtado ou roubado.

Nessas condições, o raciocínio é simples: se a possibilidade de trazer o carro de volta é maior, significa que a hipótese de uma seguradora arcar com um carro novo é menor.

Essa vantagem merece destaque, pois boa parte dos motoristas reclamam com frequência das quantias desembolsadas na hora de contratar um seguro.

Então, é válido considerar a instalação de um rastreador veicular sempre que você for comprar um carro. Afinal, o serviço de instalação costuma ser bem em conta.

2. Segurança

Independentemente da tecnologia usada pelo rastreador, o dispositivo deixa o proprietário muito mais seguro.

Tenha em mente que os criminosos especializados em furto ou roubo de veículos costumam avaliar o risco da operação. Assim, evitam os modelos de carros que têm rastreadores, o que tende a inibir a ação de ladrões.

3. Assistência 24 horas

As empresas que trabalham com a instalação de rastreadores e o monitoramento de veículos operam 24 horas por dia ao longo das semanas. Adicionalmente, algumas delas propiciam assistência em tempo integral, servindo para os momentos nos quais você necessitará de um chaveiro ou de um guincho, por exemplo.

Avalie quais são os serviços extras fornecidos junto à instalação do rastreador. O pacote completo é muito útil e amplia ainda mais a segurança do motorista e dos passageiros do veículo. Quando menos esperar, você se lembrará das vantagens de contar com algumas facilidades oferecidas pela empresa de rastreamento.

4. Maiores chances de recuperação do veículo

Como muitos motoristas usam seus carros para trabalhar, a perda do meio de transporte poderia comprometer o fluxo das atividades. Com o mecanismo de rastreamento instalado, o dono do carro sabe que elevará o grau de segurança do veículo.

Na prática, ele passa a não depender apenas da análise de sinistro feita pela empresa responsável pelo seguro. Antes de recorrer a esse recurso, existe uma chance clara de ter o veículo de volta. Então, você duplica a possibilidade de recuperação – seja via rastreamento ou solicitação da indenização garantido pela apólice.

5. Instalação sem complicações

Se todas as vantagens levantadas até aqui não são suficientes, a instalação do rastreador é simples e rápida. Aliás, é comum que as empresas utilizem dispositivos discretos, o que, no mínimo, disciplina a ação dos ladrões de veículos.

6. Sem necessidade de análise do perfil

A contratação do rastreamento veicular é mais simples do que se comparamos com o seguro automático.

Contudo, é importante salientar que o rastreador não substitui o seguro do automóvel. Na verdade, os serviços são complementares. Mas, ao passar por essa análise minuciosa, não é preciso se submeter ao processo novamente.

7. Desligamento do motor

Existem ainda funções como a programação de desligamento do motor. Para tal, a empresa usa um sistema que cumpre a função de bloqueio da comunicação entre a ignição e o motor.

Com o bloqueio, após roubo ou furto, os criminosos ficam propensos a desistir da ação, abandonando o veículo. Por conseguinte, você só precisa aguardar o guincho do seu carro onde estiver, dentro da cobertura proposta.

Finalmente, você já sabe o que é e como funciona o rastreador veicular, além das principais vantagens propiciadas pela contratação desse serviço. Depois de conferir todas elas, nós temos certeza que você já sabe o porquê precisa pensar seriamente em ter um rastreador veicular no seu carro.

Gostou do conteúdo? Para facilitar sua vida ainda mais, confira essas 8 dicas infalíveis para comprar carro seminovo e não errar na escolha! E, se estiver em busca do primeiro veículo, dê o play no vídeo para descobrir como se planejar:
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
drive_eta
Seu carro

Top 5 carros seminovos automáticos de 2024

drive_eta
Seu carro

Carros para jovens 2024: 13 dicas de veículos mais econômicos!

drive_eta
Seu carro

Lançamentos de carros em 2024: os 7 modelos mais esperados