Como montar o quarto do bebê? Decoração, segurança, climatização e +

Quer receber dicas sobre como montar o quarto do bebê? Veja o nosso post agora mesmo!
  • Atualizado em December 6, 2023
  • Publicado em September 21, 2021
  • Seu imóvel

A chegada de um filho é sempre um momento muito especial. Queremos ter a certeza de oferecer o melhor e cuidar de cada detalhe, não é mesmo? Entre as etapas mais divertidas e criativas, está o processo de como montar o quarto do bebê.

É claro que o prazer de cuidar dessa etapa só é alcançado quando conseguimos nos planejar de maneira correta. Caso contrário, qualquer mudança simples em um cômodo da casa pode se tornar um grande estresse.

Para evitar essa dor de cabeça e se preparar para receber o novo membro da família, alguns cuidados são necessários.

A antecedência é um ponto que vai te ajudar a caminhar com tranquilidade durante os meses de gestação.

Além de começar a comprar as roupas, as fraldas e o enxoval, você deve fazer uma lista do que comprar para o quarto do bebê.

Não se engane com a sensação de que 40 semanas representam muito tempo. Quem já viveu esse momento sabe que a gravidez passa depressa.

E, se você quer aprender como montar o quarto do bebê, garantindo que tenha tudo o que o bebê precisa, chegou ao lugar certo!

Além de apresentar as dicas de como decorar quarto de bebê de maneira funcional (e linda), listamos alguns itens indispensáveis que vão te auxiliar no dia a dia quando o bebê chegar.

Por sinal, a preparação da casa deve pensar no bebê e também na mãe, não é mesmo?

Como decorar quarto de bebê?

O passo a passo para decorar o quarto do bebê é bastante simples e pode ser resumido em 5 passos:

  1. definir o estilo de decoração;
  2. analisar quais são os móveis necessários;
  3. escolher a mão de obra adequada;
  4. ter cuidado com a segurança;
  5. escolher a iluminação com cuidado.

Antes de detalhar cada etapa, vale destacar que os gostos dos pais variam muito e, na maioria das vezes, eles optam por algo que já tenham visto na casa de amigos, familiares ou na internet.

Alguns preferem o estilo mais moderno, enquanto outros optam por algo mais retrô.

Aqui, não há certo ou errado, ok? Então, fique tranquilo, porque é possível criar a decoração do quarto de bebê como você sempre sonhou.

Confira!

1. Definir o estilo de decoração

A decoração é a parte criativa da montagem do quarto de bebê. Para que tudo saia como você espera, comece fazendo o orçamento e calculando quanto pode gastar para comprar os objetos decorativos.

Lembre-se que toda obra precisa ter um controle financeiro eficiente. Mesmo que seja simples e envolva apenas tinta e a confecção de móveis, sem quebradeira ou grandes mudanças estruturais.

O momento do nascimento de um filho envolve muitos gastos e, como tal, o planejamento é essencial para que você passe por essa fase sem grandes dores de cabeça.

Com o plano financeiro pronto, é hora de escolher uma cor ou um tema interessante para o quarto.

Uma dica é optar pelas cores claras, pois elas não vão se tornar pesadas para o ambiente.

Os tons pastéis se encaixam perfeitamente com os temas ligados à infância.

Fonte: Vestida de Mãe

Contudo, se você quiser fugir desse padrão e inovar com cores mais fortes e temáticas cheias de personalidade, essa também é uma opção. Não desanime. A dica aqui é ter equilíbrio!

Por exemplo, escolha uma parede para colocar cores vibrantes e, nas outras, use tons mais claros. Veja no exemplo abaixo.

Fonte: Pinterest

Estilos de decoração para quarto de bebê

Existem vários estilos decorativos e, entre os principais, estão:

  • clássico, no qual os móveis e objetos são repletos de ornamentações e a madeira é um dos principais elementos;
  • romântico provençal, com mobílias e itens de aparência desgastada e imperfeita;
  • moderno, em que tudo no ambiente é elaborado com linhas retas e simples;
  • minimalista, sendo que o quarto é decorado com poucos objetos, mas todos são funcionais;
  • retrô, com objetos que têm aparência mais antiga e pés palito.

O quarto do bebê leva as pessoas a um universo encantador e, com certeza, será muito frequentado por amigos e familiares. Por essa razão, pense em todos os detalhes com muita calma.

2. Analisar quais são os móveis necessários

A escolha dos móveis deve ser feita conforme a necessidade de cada família. Os itens considerados indispensáveis para o quarto do bebê são:

  • berço;
  • cômoda para guardar as roupas e os sapatos;
  • trocador, bastante útil para trocas de fraldas e uso após o banho.

A poltrona de amamentação também é um dos móveis importantes do quarto, garantindo a segurança e o conforto da mãe e do recém-nascido quando estiver sendo amamentado.

Uma sugestão importante para quem vai escolher o berço do bebê é verificar a certificação do móvel. Ele deve ter tinta atóxica e medidas corretas.

Pense no tamanho ideal dos móveis, pois devem ficar bem distribuídos no quarto para que a decoração do ambiente fique bonita, o conforto seja garantido e a circulação no ambiente mantenha-se confortável.

3. Escolher a mão de obra adequada

Para evitar dores de cabeça, opte por profissionais qualificados e produtos de qualidade.

Crie uma lista do que comprar para o quarto do bebê. Em seguida, monte um cronograma que vai desde a entrega do material até o momento em que os trabalhadores contratados terão que entregar o projeto.

Desse modo, você conseguirá economizar e ainda terá um ótimo trabalho realizado por pedreiros, montadores de móveis e decoradores.

Atenção: se você optar por móveis planejados, contrate o trabalho com a máxima antecedência possível para evitar que o bebê chegue antes do quarto estar pronto. Essa dica é importante porque a produção de móveis planejados tende a atrasar.

4. Ter cuidado com a segurança

O cômodo deve ser todo planejado para ser o mais seguro possível. Isso porque, em pouco tempo, o bebê vai engatinhar, andar e correr pelo local. Ou seja, não dá para pensar apenas no curto prazo. Assim, você reduz gastos duplicados.

Certifique-se de não existam itens no chão nos quais a criança possa tropeçar ou escorregar.

Um dos aspectos mais importantes de como organizar o quarto do bebê é colocar proteção nas quinas dos móveis para que os pequenos não se machuquem caso esbarrem em alguma mobília.

Tome cuidado com os móbiles e bichos de pelúcia escolhidos para decorar o ambiente. Alguns formatos podem machucar o bebê ou ser facilmente engolidos.

O mais indicado é escolher itens maiores e que não tenham pontas. Ao fazer isso, você garante o bem-estar do seu filho e evita surpresas desagradáveis.

5. Escolha a iluminação com cuidado

A iluminação do cômodo deve ser escolhida com cautela, pois é por meio desse elemento que a criança vai se sentir calma para dormir e, ainda, alegre quando acordar ou estiver brincando.

Além disso, ela será fundamental para as noites em claro que vocês vão passar (acredite, elas vão existir), garantindo a segurança da mãe sempre que ela for amamentar o bebê de madrugada.

A ideia é ter uma iluminação que permita que você enxergue o que está fazendo e onde está pisando, mas que, ao mesmo tempo, não desperte o bebê totalmente.

Vale a pena lembrar que muitas crianças têm medo do escuro e da pouca iluminação e, por isso, podem não querer permanecer no local por muito tempo.

Para contornar esse problema, opte por pontos de luz indireta e em tons amarelados que se espalhem pelo ambiente e não foquem diretamente na criança.

Isso fará com que ela tenha um sono mais tranquilo durante a noite, pois a luz direta deixa o cérebro em estado de alerta, dificultando que ele tenha uma boa noite de sono.

Aposte também na luz natural para momentos de brincadeira e descanso ao longo do dia.

Tome cuidado ao escolher uma cortina ou persiana adequada para colocar na janela e, assim, controlar a incidência de luz no quarto.

O que não pode faltar no quarto de bebê? [Checklist]

Na lista de itens que não podem faltar em um quarto de bebê estão:

  • berço;
  • trocador de fraldas;
  • cômoda;
  • guarda-roupa;
  • poltrona de amamentação;
  • iluminação suave e indireta;
  • cortinas ou persianas;
  • tapete ou piso macio;
  • móbile ou brinquedos suspensos;
  • organizadores;
  • babá eletrônica;
  • protetor para quinas;
  • kit de primeiros socorros;
  • lixeira.

No fim das contas, aprender como montar um quarto de bebê vai muito além da decoração, não é mesmo?

Deixá-lo bonito e agradável para a criança e para os pais é um cuidado importante, mas não é o único.

Como você pode observar na lista acima, alguns itens de segurança são essenciais para um dia a dia tranquilo e confortável.

Nesse sentido, outro aspecto importante - e que ainda não tratamos - é sobre como climatizar o quarto do bebê. Siga conosco para conferir!

Como climatizar o quarto do bebê?

Muitas regiões do Brasil têm clima quente e isso pode incomodar os pequenos, inclusive atrapalhando o sono.

Isso sem contar nos dias de frio, que deixam todos os pais e mães preocupados com a possibilidade do bebê ficar gripado.

Para lidar com todas essas variações, você pode usar a climatização forçada, com aparelhos de ar condicionado, desde que o equipamento não fique mandando ar frio diretamente no bebê.

Uma dica é colocar o berço longe do equipamento e em direção oposta. Assim, o ambiente fica mais fresco e você evita que o bebê receba o “vento” frio diretamente.

A temperatura recomendada para o quarto do bebê geralmente varia entre 20°C e 22°C. Você pode usar um termômetro de ambiente ou termostato para acompanhar.

Aliás, uma dica de como montar o quarto do bebê é garantir a boa circulação natural de ar no quarto, evitando correntes diretas que atinjam o berço ou o local onde o bebê dorme.

Lembre-se de abrir as janelas para o ar circular, especialmente quando a criança não estiver no ambiente.

Voltando ao ar condicionado ou aquecedor, lembre-se de não configurá-los em temperaturas muito altas ou baixas.

O bebê não vai ficar exclusivamente no quarto, logo, vale organizar todo o ambiente da casa para recebê-lo com conforto. Para isso, indicamos que leia nosso artigo: 8 itens para preparar a casa para a chegada de um bebêe fique por dentro!

Como organizar as coisas do bebê no quarto dos pais?

Se não há espaço disponível para que o filho tenha um quarto próprio ou se os pais preferem manter-se perto o tempo todo, não há problemas. Pensando nisso, conheça as dicas de como organizar as coisas do bebê no quarto dos pais:

  • escolha os móveis certos, como um berço acoplado à cama ou um mini berço, além de uma cômoda para troca;
  • use organizadores para fraldas, pomadas e lenços;
  • aproveite o armazenamento vertical com prateleiras;
  • elimine o excesso, enviando algumas coisas para a garagem, por exemplo.

Organizar as coisas do bebê no quarto dos pais pode ser um desafio, mas com um planejamento adequado, é possível criar um espaço funcional e organizado para o bebê.

E, para entender melhor as possibilidades do quarto compartilhado entre os pais e os bebês, dê o play neste vídeo:

Agora que você já sabe o que comprar para o quarto do bebê e como organizar diferentes ambientes para recebê-lo, é hora de colocar a mão na massa!

Se for necessário fazer uma reforma um pouco maior para acomodar a criança com tranquilidade, uma opção é fazer um consórcio de reforma com a Racon.

Dessa forma, você reduz o custo de reformar um cômodo da casa, evitando financiamentos ou parcelamentos com juros (no consórcio só teria a taxa de administração), e pode preparar um novo ambiente com tranquilidade.

Faça uma simulação gratuita do consórcio da Racon e analise se essa é a melhor opção para o seu momento de vida!
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
home
Seu imóvel

Para que serve o habite-se? Como emitir? Tudo sobre o documento!

home
Seu imóvel

Quanto custa a reforma de um banheiro? Como economizar? Veja 7 dicas

home
Seu imóvel

7 dicas para decoração de um apartamento pequeno