Conheça agora os 10 homens mais ricos do mundo!

Quer saber quem são os homens mais ricos do mundo? Então confira a lista que preparamos!
  • Atualizado em October 7, 2020
  • Publicado em July 31, 2019
  • Planejamento Financeiro

Quer saber quem são os homens mais ricos do mundo? Então, vamos acabar com a sua curiosidade! A Revista Forbes publicou o ranking de 2020 e ainda divulgou os valores de cada uma das fortunas. Juntos, os 25 indicados têm nada mais, nada menos, que US$1,5 trilhão! Mas quais seriam os seus perfis e como eles conseguem fazer parte de uma lista tão privilegiada como essa?

Pensando nisso, nós levamos até você uma lista com os 10 homens mais ricos do mundo, de acordo com a Forbes. Além disso, mostramos como se inspirar nos hábitos de sucesso deles.

Continue lendo e confira a fortuna de cada um, além de curiosidades sobre a trajetória de cada homem mais rico do mundo!

Quais são os 10 homens mais ricos do mundo?

1. Jeff Bezos

Jeff Bezos, fundador e presidente da Amazon, é o empresário com a maior fortuna no ranking dos homens mais ricos do mundo. Em 2020, aos 56 anos, ele tem acumulado uma cifra impressionante: US$200 bilhões. Se continuar a crescer no mesmo ritmo que o atual, pode se tornar trilionário dentro de alguns anos! E, de quebra, ultrapassou Bill Gates, que ocupou o topo da lista por anos.

Em meio a toda essa fortuna, um ponto chama atenção: desse total, cerca de US$13 bilhões foram alcançados em um único dia. Trata-se do maior aumento após a criação do índice desenvolvido pela Bloomberg com o intuito de mensurar o acúmulo patrimonial dos homens mais ricos do mundo.

Bezos fundou a Amazon em 1994 e, atualmente, ela é a maior companhia online de vendas do mundo. A empresa também é líder na área de serviços e infraestrutura em nuvem. Além disso, o norte-americano fundou a companhia aeroespacial Blue Origin, em 2000, e adquiriu o jornal The Washington Post, em 2013.

2. Bill Gates

Durante muito tempo, Bill Gates, presidente não executivo da Microsoft, esteve no primeiro lugar da lista de homens mais ricos do mundo. No entanto, foi ultrapassado por Jeff Bezos e, hoje, ocupa o segundo lugar com “apenas” US$106,5 bilhões! Nada mal, concorda?

Não é à toa que o empresário acumulou essa fortuna. Afinal, Gates foi um dos grandes responsáveis pela revolução tecnológica causada pelo computador pessoal. A sua trajetória também é muito interessante. Ele começou a desenvolver softwares ainda adolescente e foi aprovado com uma das maiores notas na Universidade de Harvard.

3. Bernard Arnault

Com um patrimônio avaliado em US$94 bilhões, o francês Bernard Arnault também é um dos homens mais ricos do mundo. Ele é o presidente do LVMH Moët Hennessy Louis Vuitton, ou apenas LVMH, primeiro grupo do mundo a atuar no setor de luxo.

Arnault vem de uma família de industriais e se formou em Engenharia. Ele ainda passou um período nos Estados Unidos, mas retornou para o país natal por volta de 1984.

4. Mark Zuckerberg

Sem dúvidas, Mark Zuckerberg é o mais popular entre os homens mais ricos do mundo — e o mais jovem também. Com 34 anos, ele tem um patrimônio de US$86,5 bilhões, sendo que grande parte da sua fortuna foi obtida por meio do Facebook.

Zuckerberg criou essa rede social junto de alguns amigos enquanto estudava na Universidade de Harvard. Hoje, a sua companhia tem mais de 1 bilhão de usuários ativos no mundo. Além disso, a empresa é responsável pelo Instagram e WhatsApp.

5. Warren Buffett

O quinto lugar entre os homens mais ricos do mundo é ocupado pelo investidor norte-americano Warren Buffett. Ele é presidente da companhia Berkshire Hathaway e tem uma fortuna próxima de US$69,2 bilhões.

Aos 88 anos, Buffett se destaca pela sua dedicação às causas sociais. Junto de Bill Gates, ele criou uma iniciativa que tem como objetivo recrutar bilionários para que eles se comprometam a doar pelo menos metade das suas fortunas para ações de caridade. O próprio Buffett quer doar até 80% de todo seu dinheiro.

6. Larry Ellison

Larry Ellison é outro nome de destaque no ranking dos homens mais ricos do mundo. O empresário norte-americano tem um patrimônio de US$66,4 bilhões e é um dos fundadores da Oracle, empresa especializada na criação de softwares e hardwares.

Atualmente, ele trabalha como diretor-executivo da companhia, mas também desenvolve outros projetos, como o de uma agricultura hidropônica em uma ilha no Havaí. Além disso, Ellison destina parte da sua fortuna para a caridade.

7. Steve Ballmer

Conhecido por ser uma espécie de braço direito de Bill Gates, Steve Ballmer ganhou fama na esteira do sucesso da Microsoft. Líder nato, Ballmer foi um dos grandes responsáveis por alavancar o que viria a ser a gigante mundial da informática.

Se a dita visão tecnológica do negócio ficava a cargo de Bill Gates, era Ballmer a peça central na hora de guiar os departamentos sob a ótica do negócio em si. Ballmer não tem formação em informática, mas conquistou o devido respeito por conta de seu elevado poder de persuasão.

Como em qualquer empresa, essa característica era decisiva para fechar parcerias e engajar colaboradores na hora de promover a marca. É bom destacar que, no fundo, Ballmer sempre foi um vendedor nato. Recentemente, sua fortuna teve um salto de US$14 milhões, chegando aos US$65,4 bilhões.

8. Larry Page

Page é um dos fundadores da Google e tem um patrimônio de US$63,6 bilhões. Ele atua como presidente-executivo e de produtos da companhia, assim como CEO da Alphabet.

Filho de cientistas, Page mostrou ter interesse pela área de tecnologia desde criança e se formou em Engenharia da Computação na Universidade de Michigan, nos Estados Unidos. Hoje, dedica-se ao desenvolvimento de novas tecnologias em diferentes áreas, como no setor de casas inteligentes.

9. Sergey Brin

Natural de Moscou, o russo Sergey Mihailovich Brin ocupa atualmente o nono lugar de homem mais rico do planeta. Embora seu nome seja menos famoso que o de Larry Page, Brin é cofundador da Google.

Inclusive, um dos fatos mais curiosos da história da empresa é que Page e Brin costumavam discordar entre si a respeito de várias questões. Essa é uma das provas de que a discordância saudável não só agrega valor aos debates, como contribui para a descoberta de grandes ideias.

Outro ponto marcante, também associado à história da Google, foi a ausência de recursos para comprar servidores. Na época (fim dos anos 1990), Brin e Page tiveram de pedir dinheiro emprestado para amigos e familiares. Hoje, Brin tem um patrimônio estimado em US$61,3 bilhões.

10. Amancio Ortega

Por fim, temos o espanhol Amancio Ortega, fundador do grupo que controla a Zara e outras marcas, na posição de décimo homem mais rico do mundo, com uma fortuna no valor de US$60,5 bilhões.

Assim como grande parte dos empresários desta lista, ele atua fortemente como investidor. No entanto, diferentemente da maioria, Ortega mantém uma vida longe dos holofotes — não participando nem das inaugurações das suas próprias lojas.

O que levou esses homens ao sucesso?

Após acompanhar todas essas histórias fascinantes, você deve estar pensando: afinal, o que fez com que eles fossem tão longe? Claro que cada homem mais rico do mundo exibe certas particularidades. De todo modo, eles também apresentam algumas similaridades.

Basicamente, o ponto principal se resume ao fato de que cada homem mais rico do mundo, em um ou em vários momentos da vida, aproveitou uma grande oportunidade. Muita gente chama esse momento de sorte. No entanto, ele se refere mais a se preparar adequadamente para a hora da virada.

O que aprender com eles?

Todos nós temos muito a aprender com esses ícones, que personificam o sucesso profissional e financeiro. Veja algumas lições elencadas na sequência!

Buscar soluções criativas e efetivas

Sim, imaginar algo novo (produto ou serviço) capaz de gerar uma enorme demanda no futuro é uma tarefa quase que exclusiva de algumas mentes privilegiadas. Mas a criatividade é algo muito mais comum do que se imagina.

A partir do momento em que passa a considerar maneiras de aprimorar as atividades que desempenha normalmente, você coloca a criatividade em prática. Com relação às finanças, é necessário almejar melhores fontes de renda, investimentos seguros e rentáveis e, claro, enxergar oportunidades de empreendedorismo imperdíveis.

Sempre que possível, também vale a pena aproveitar algumas horas livres para fazer cursos online, por exemplo. Lembre-se de que, ao longo de suas carreiras, os homens mais ricos do mundo se dedicaram a expandir seus leques de conhecimentos.

No início de organizações como Google, Microsoft, Amazon e, mais recentemente, Netflix, tudo era um tanto quanto nebuloso para quem estava do lado de fora. Havia muita dúvida quanto às ideias por trás de suas criações. Mesmo assim, os fundadores de cada uma delas seguiram em frente.

Nisso tudo, algo que chama atenção é a dose de criatividade necessária para criar o negócio, sobretudo para promovê-lo — seja para atrair os investidores, seja para cativar o público-alvo.

Aprender a investir

Mais do que simplesmente investir, você precisa aprender a investir, ou seja, a selecionar os melhores lugares para alocar seus recursos financeiros. Observe que as melhores alternativas do mercado variam de acordo com o momento das economias local e mundial.

O que torna os nomes mencionados bem-sucedidos e distantes da maioria dos investidores é o conhecimento acerca do mercado financeiro. Em resumo: eles demonstram que não basta querer que o dinheiro trabalhe por você. Para que o resultado esperado aconteça, é fundamental ter uma carteira de investimentos realmente diversificada — não puramente pulverizada.

Dessa forma, os homens mais ricos do mundo ensinam que, antes de pensar no lucro, é necessário analisar todos os riscos envolvidos. Ao efetuar essa inversão de prioridades em sua análise, você estará mais preparado para investir nos ativos mais rentáveis do mercado, que são os ativos de renda variável.

Entender a importância de poupar

O fato de serem bilionárias não faz com que essas grandes pessoas não poupem e protejam seu patrimônio. Muita gente acredita que poupar e ter uma reserva de emergência são coisas restritas a quem já tem muito dinheiro acumulado.

Na verdade, cada homem mais rico do mundo mantém vivo o hábito de ponderar os gastos e manter um controle financeiro eficiente. Ao resistir às compras impulsivas, por exemplo, você eleva o valor do seu esforço para conseguir aquele dinheiro.

Sair da zona de conforto

Esse é um dos hábitos mais comuns de uma mente brilhante. Quer um exemplo? No início dos anos 1980, os entusiastas do mercado de PCs eram relativamente poucos. Algumas décadas depois, é inconcebível pensar o mundo sem as funções dos computadores pessoais.

Então, sair da zona de conforto também implica pensar além do horizonte. Não se trata de fazer apostas, mas sim de projetar múltiplos cenários que contemplem a alavancagem de determinado segmento promissor do mercado. O exercício pode parecer complexo, mas tende a ser muito recompensador lá na frente.

Mudar hábitos que prejudicam o desenvolvimento

Finalmente, é importante destacar a importância de não se autossabotar. Nesse sentido, você deve abandonar os hábitos que só prejudicam, como:

  • não ter um bom planejamento financeiro;
  • investir sem estudar a fundo os ativos que compõem sua carteira;
  • não considerar os riscos antes de fazer um investimento;
  • não ter metas e objetivos definidos;
  • não se preparar para o futuro;
  • não conhecer seus próprios erros financeiros.

Muito interessante conhecer mais sobre os homens mais ricos do mundo, concorda? Sem dúvida, a trajetória de cada um deles pode servir de inspiração para você criar o seu próprio caminho.

Tenha em mente que tudo começa com um bom planejamento financeiro para escolher os investimentos certos. Então, o que acha de aprender mais sobre o tema? Para isso, baixe nosso guia completo e gratuito sobre controle financeiro!
cta-controle-financeiro-guia-pratico
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
attach_money
Planejamento Financeiro

Franquia de seguro: entenda o que é e como funciona

attach_money
Planejamento Financeiro

Passo a passo para declarar seu Imposto de Renda 2021

attach_money
Planejamento Financeiro

Parcelar fatura de cartão de crédito: quando é uma boa ideia?