Despesas de fim de ano: saiba como se preparar

Quer se preparar para as despesas de fim de ano? Neste post, reunimos algumas dicas interessantes. Confira!
  • Atualizado em November 3, 2020
  • Publicado em November 3, 2020
  • Planejamento Financeiro

Quando o calendário anual está terminando surge logo o comentário clichê: “o tempo passou rápido, não é?”. Em seguida, vem o questionamento sobre como organizar festas, adquirir presentes, programar férias e, principalmente, controlar as despesas de fim de ano.

Sabemos que não é uma missão fácil, mas, sem dúvida, é possível ter uma passagem de ano tranquila. O segredo é ser firme para providenciar tudo sem sair gastando mais do que deveria.

Isso porque nos meses de janeiro, fevereiro e março, os brasileiros se esbarram com despesas inevitáveis do período, sobretudo por conta de impostos. Portanto, é preciso pensar nesse futuro próximo a fim de evitar surpresas desagradáveis.

Neste conteúdo, vamos mostrar como se preparar para as despesas de fim de ano e ainda economizar. Confira!

Quais são os impostos pagos no final do ano?

É certo que alguns tributos precisarão ser pagos após a virada do ano. Conheça os principais a seguir.

IPTU

O Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) é recolhido pela prefeitura da cidade na qual sua residência está localizada. Seu valor é definido a partir do metro quadrado do imóvel. Em quase todas as localidades, é possível parcelar o tributo em até 10 vezes, porém, você perde o direito de desconto. Em geral, o abatimento é igual ou superior a 10%.

Caso atrase alguma parcela, o valor mensal será acrescentado de multa. Também existe a isenção do IPTU em casos específicos. Basta acessar o site de sua prefeitura e verificar os requisitos para solicitar esse benefício.

IPVA

O Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) é estadual. Seu pagamento pode ocorrer uma única vez (com desconto de até 8%), mas é preciso ter atenção quanto ao vencimento dessa cota única. Após a data, o valor é automaticamente parcelado em até três vezes. O cálculo do tributo é feito conforme o tipo de veículo e incide sobre o valor venal (valor real do bem no momento) do automóvel — baseado na Tabela Fipe.

Licenciamento

Na maioria dos estados brasileiros a cota do licenciamento já vem incluída no próprio IPVA. Seu valor é cobrado conforme o tipo do veículo. Quitar esse tributo é obrigatório para obter o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV), que deve estar com o motorista de forma obrigatória.

Quais são as principais despesas de fim de ano?

Existem muitos gastos que podem surgir no término do ano que merecem atenção. Conheça os mais comuns.

Presentes para amigos e familiares

Eventos como Amigo Secreto e Natal exigem alguns presentes. O certo é se planejar para, então, gastar com essas lembranças sem culpa. Além disso, seja realista quanto ao seu orçamento e compreenda que nem todo mundo do seu círculo social deve ser materialmente agraciado.

Bebidas e comidas para a ceia de Natal ou Ano Novo

Alimentos natalícios sofrem grande aumento nos supermercados. Logo, a melhor alternativa é pesquisar preços e usar a criatividade para fazer uma ceia mais barata. Uma boa dica é preparar as comidas por conta própria e optar pelo plano infalível “cada um leva o seu prato”, que, em momentos de instabilidade econômica, não fica nem um pouco feio. Afinal, muita gente está no mesmo barco.

Viagens

Passeios programados com férias é outro tipo de gasto típico no final do ano. Nesse caso, a melhor solução é comprar pacotes de viagens antecipadamente. Assim, quando o momento de partir chegar, você já terá tudo pago.

Seguros

Qualquer proteção contratada (de vida, de carro, de imóvel ou para celulares e outros dispositivos) sofre renovação anual, que geralmente vence em janeiro. Portanto, é válido atentar a esses vencimentos com o objetivo de garantir a continuidade dos serviços.

Escola

Se tiver filho que estuda em escola particular, prepare-se para o aumento no começo do ano. Também analise as mensalidades, de modo a evitar apertos no seu orçamento. Além disso, pesquise muito na compra do material escolar. Veja os preços em diversos locais, físicos e online, para economizar.

Como se preparar?

Como visto, algumas dicas já foram dadas no tópico anterior. Vamos às recomendações complementares para se preparar para as despesas de fim de ano.

Levante todos os custos

A primeira dica para não passar dificuldades é estudar sua condição financeira. Portanto, monte um orçamento pessoal ou familiar. Nele, registre todas as fontes de renda (aluguéis, salário, venda e outras receitas) e, claro, as despesas (desde os gastos essenciais, como contas de água, luz, internet, telefone, até custos com lazer).

Para facilitar sua vida, use um caderno ou baixe um aplicativo de controle financeiro pessoal. Independentemente do recurso utilizado, o mais importante é entender de que modo o seu dinheiro está sendo gasto. Dessa forma, fica fácil saber como gastar no fim do ano.

Corte gastos que não vão fazer falta

Após levantar todos os pormenores financeiros, busque por despesas que você pode reduzir ou eliminar. Assim, estará livre para adquirir aquilo que deseja no período natalício, além de poder quitar tradicionais contas de início de ano. Por exemplo, tributos anuais como IPTU e IPVA podem ser pagos de uma vez visando aos descontos.

Compre presentes à vista

Opte por pagar presentes à vista e escolha itens que caibam nas suas finanças. Afinal de contas, o preço do produto não é o fundamental, e sim a intenção. Se for possível, compre tudo antes. Existem diversas ofertas relâmpago em lojas virtuais famosas. Não deixe para a última hora, ou correrá o risco de pagar mais caro.

Crie uma lista de pessoas que deseja presentear e o valor máximo a gastar. Depois, busque os melhores produtos, acompanhe as promoções e compare preços. Por fim, evite compras impulsivas.

Use o 13° salário

Entre os meses de novembro e dezembro, inúmeros brasileiros recebem 13° salário, bonificações e gratificações. O ideal é usar esse dinheiro para pagar dívidas, se for o seu caso. Por outro lado, se estiver com os débitos em dia, guarde a grana extra para comprar algo ou compor sua reserva financeira.

Então, aprendeu como gerenciar as despesas de fim de ano? É só colocar nossas recomendações em prática e fazer um planejamento financeiro de qualidade para ter uma vida tranquila, sem dívidas e sem dores de cabeça.

Se você gostou deste material, aproveite e baixe nosso eBook e comece a planejar suas finanças hoje mesmo.
cta-guia-do-planejamento-financeiro-para-ter-sucesso
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
attach_money
Planejamento Financeiro

Economia criativa: você sabe o que é esse conceito? A gente explica!

attach_money
Planejamento Financeiro

Confira 9 práticas e hábitos que vão ajudar você a sair das dívidas!

attach_money
Planejamento Financeiro

Saiba o que avaliar no momento de contratar um seguro