7 dicas para reformar a casa morando nela

Reforma sem sair de casa: entenda o que fazer para evitar dores de cabeça durante esse período!
  • Atualizado em October 27, 2020
  • Publicado em October 27, 2020
  • Seu imóvel

Está pensando em reformar a casa morando nela, mas quer evitar dores de cabeça? Existem algumas dicas práticas que podem ajudar você a alcançar esse objetivo, mas tudo isso vai exigir uma boa porção de organização e planejamento.

Reformas são conhecidas por serem uma fonte de problemas, principalmente quando são realizadas com pessoas morando no local. Entretanto, elas não precisam ser um bicho de sete cabeças como muitos pensam.

É por isso que, neste post, reunimos 7 ótimas dicas para fazer uma reforma em casa, sem precisar deixar o local por um determinado período. Acompanhe e desfrute de cada uma das sugestões!

1. Faça um planejamento da reforma

Assim como para tudo o que você pretende fazer na vida e que visa o sucesso: faça um planejamento. O que pode tornar sua reforma complicada é prever o reparo de um cômodo específico, por exemplo, e começar a encontrar ajustes em outros lugares da casa no meio do caminho.

Primeiro, faça uma boa análise do estado da sua casa e veja o que precisa passar por uma reforma. Liste as alterações que quer que sejam feitas em cada cômodo e passe todos os detalhes para a equipe que vai ajudar com o serviço.

Sabendo o que precisa ser feito, chega a hora de definir os valores, tanto da mão de obra quanto dos materiais. Veja se esse preço máximo está dentro do seu orçamento e deixe-o bem delimitado. Assim, evita gastar com o que não deve.

Depois disso, é fundamental definir um prazo para o fim da reforma. Com isso, converse com os profissionais para saber quais são as metas do dia ou da semana, como terminar os ajustes em um cômodo, fazer a pintura, entre outros. Lembre-se disto: é necessário identificar quando as obras vão terminar para programar a sua vida pessoal.

Além disso, planeje o que vai fazer com a mobília durante as obras. Afinal, deixá-las no local pode danificar diversas peças e fazer com que gaste bem mais que o planejado por conta dos reparos extras ou substituições. Veja se tem espaço livre em outros cômodos para deixar os móveis ou verifique a possibilidade de alugar um espaço para deixar as coisas enquanto dura a reforma.

Outro ponto importante que você precisa checar é quanto aos materiais que serão utilizados e os procedimentos realizados durante a reforma. Alguns processos vão exigir um afastamento da casa por uns dias, seja pelo cheiro forte de produtos, seja por outras razões. Lembre-se de checar se há essa necessidade e, se sim, procure um lugar para ficar durante o período.

2. Tenha acompanhamento profissional

Evite fazer tudo por conta própria. Ter o acompanhamento profissional é fundamental para garantir que a sua reforma seja um sucesso e evitar complicações. Nesse caso, busque pessoas qualificadas e experientes no mercado. Vale a pena procurar empresas que montam equipes especializadas no tipo de reparo e alteração que você pretende fazer em sua casa, facilitando todo o processo.

Além disso, dependendo do serviço que deseja que seja realizado em sua casa, é interessante contar com a ajuda de arquitetos e engenheiros para avaliar as melhores opções para os ambientes disponíveis.

3. Estabeleça horários

O horário em que os profissionais vão começar os trabalhos também precisa ser bem definido. Afinal, é um fator que depende de várias variáveis. Por exemplo, se você mora em um condomínio, precisa respeitar as regras de convivência, como evitar sons altos em um determinado período.

Veja ainda como está a sua rotina. Se trabalha em home office, por exemplo, e tem reuniões toda a manhã, certamente não vai querer ninguém fazendo barulhos durante o período. Sendo assim, o ideal é que os profissionais cheguem em um horário mais adequado.

4. Faça um planejamento financeiro

Faz parte do planejamento financeiro considerar imprevistos. Isso significa que se, em algum momento, acontecer algo inesperado, que faça com que os custos fiquem acima do estabelecido, vai ser necessário tirar o valor de uma reserva.

Desse modo, quando planejar o orçamento da sua reforma, destine cerca de 30% extras para deixar de reserva para cobrir gastos não planejados. No entanto, certifique-se e que isso não cause nenhum aperto nas finanças domésticas. Caso ainda não esteja tudo certo para arcar com essas despesas, considere adiar o início das reformas.

5. Reforce a limpeza diária

Uma coisa é certa: reforma faz sujeira. O pó levantado pelos reparos na casa pode ser prejudicial à saúde dos moradores. Por isso, é fundamental fazer uma faxina diária para evitar o acúmulo de sujeira.

Caso você não tenha tempo disponível para fazer esse trabalho, veja se é possível que a equipe se encarregue dessa tarefa ou considere contratar um profissional específico para isso. O importante é não deixar que o ambiente fique sujo por muitos dias seguidos.

6. Use a criatividade para economizar

Muitas vezes, quando deixamos a criatividade solta, é possível ter ideias para reaproveitar móveis e objetos na decoração, otimizar o espaço dos cômodos e fazer os próprios adornos decorativos — já ouviu na prática do DIY (Do It Yourself)?

Tudo isso pode ajudar a economizar uma boa quantia, pois abrimos mão de compras mais caras para aproveitar o que já temos. Desse modo, avalie essas possibilidades durante o seu planejamento.

7. Compre tudo com antecedência

Evite comprar os materiais de construção e equipamentos conforme a demanda. Antecipar as compras é uma maneira de economizar tempo e dinheiro. Por isso, ainda no planejamento, reúna-se com os profissionais e faça uma lista com tudo o que será necessário. Assim, faça uma compra com muita atenção, não apenas nos preços, como também na qualidade dos produtos.

Viu só como é possível reformar a casa morando nela? Você só vai precisar se planejar e manter a organização dia após dia. Experimente se concentrar nos benefícios que isso tudo vai trazer e no sonho de ter os ambientes renovados.

Achou este post interessante? Quer continuar lendo sobre o assunto? Então confira agora como as reformas da casa são realizadas por meio do consórcio!
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
home
Seu imóvel

6 dicas de decoração de sítios e chácaras

home
Seu imóvel

O que você deve observar ao construir uma casa?

home
Seu imóvel

Como escolher o terreno ideal para as suas necessidades?