Como comprar um apartamento? 9 passos para você considerar

Entenda quais são as 9 principais dicas para se considerar na hora de comprar um apartamento.
  • Atualizado em July 15, 2022
  • Publicado em July 15, 2022
  • Seu imóvel

Encontrar os melhores meios de como comprar um apartamento é essencial para realizar seus sonhos sem sobrecarregar a saúde financeira. Mas isso só é possível quando existe um bom planejamento e a meta do que pode ser conquistado bem definida.

Aqui, o segredo está em conhecer as possibilidades e o que está dentro de sua realidade. Para ajudar você nessa missão, criamos este post, com 9 passos para considerar na hora de comprar um apartamento com as melhores condições e aumentar sua qualidade de vida. Acompanhe!

1. Tenha objetivos

Comprar um apartamento é uma decisão que envolve vários fatores e que não deve ser tomada de forma rápida. O grande segredo está em primeiro definir objetivos que justifiquem este grande passo em sua vida. Você deseja mais independência? Vai se casar e planeja constituir família? Quer conquistar o primeiro patrimônio?

Mas como estes sonhos vão sair do papel?

Ter objetivos aumenta a disciplina e serve como um direcionamento para as decisões atuais que vão construir seu futuro. Afinal, todos os planos, desde os mais simples, começaram com estudo, planejamento e ideais que traçam o caminho e a melhor forma de saber como comprar um apartamento.

2. Organize sua vida financeira

Para quem tem como objetivo principal de comprar um apartamento, organizar a vida financeira é indispensável. Além de entender melhor quais são as suas possibilidades na hora da escolha, este processo ajuda você a se preparar para tudo o que envolve essa nova fase. Isso inclui as despesas que acompanham a compra de um imóvel, como mudança, documentação e decoração.

Então, coloque tudo na ponta do lápis e construa um planejamento baseado na sua realidade financeira atual. Mesmo que ainda não ganhe a quantidade de dinheiro que almeja, ter este olhar estratégico sobre educação financeira representará um verdadeiro divisor de águas no momento de tomar decisões.

Nessa hora, identifique se existem dívidas que precisam ser quitadas, quais são os maiores gastos mensais e as principais entradas de recursos. Conseguir compreender para onde vai o seu dinheiro é importante na definição de um plano eficiente.

Assim, fica muito mais simples manter a disciplina em relação aos gastos desnecessários e estruturar o melhor caminho com paciência para chegar até a aquisição do bem.

3. Defina o tipo de imóvel

Para tornar o sonho da compra do imóvel possível, você deve passar por todas as etapas de pesquisas que vão levar às melhores opções conforme suas necessidades. E uma das principais é definir o tipo de imóvel que será buscado para entender, depois, como funcionam as possibilidades do mercado e fechar um bom negócio.

Aqui, entram três opções:

  • os imóveis novos e prontos para morar, que costumam ser mais práticos e modernos, porém, com custos elevados e que exigem mais planejamento;
  • as propriedades mais antigas e usadas que contam com cômodos maiores e ficam em regiões mais procuradas;
  • os imóveis na planta ainda na fase de construção.

Expectativas

O mais importante, em uma situação como essa, é entender que não existe uma resposta certa. Tudo varia conforme o que vai atender suas expectativas, o momento de vida e a idealização da conquista do imóvel. Se a ideia gira em torno de buscar por boas condições de custos, personalizar cada detalhe e se mudar no longo prazo, o imóvel na planta passa a ser uma boa opção.

Mas isso inclui arcar com os custos de viver em outro local enquanto aguarda a construção ficar pronta. Isso dura, em média, três ou quatro anos. Agora, um imóvel pronto e usado traz mais flexibilidade no momento de escolher a localização, selecionar os prós e contras, além de fazer adaptações para que fique conforme o seu gosto.

Outra questão importante é o processo de valorização de cada tipo de imóvel com o tempo depois da aquisição. Esse fator deve ser um dos direcionadores de sua escolha e faz toda a diferença ao aprender a encarar a compra de um bem sem imediatismo para acertar em cheio nas decisões sem passar por perrengues financeiros.

4. Entenda o mercado imobiliário

O mercado imobiliário apresenta vários caminhos e possibilidades que precisam ser avaliadas cuidadosamente na hora de entender como comprar um apartamento. Por este motivo, quanto mais você se inteirar, melhor será a decisão tomada em relação à valorização do imóvel e à qualidade de vida. O que ajuda você a investir melhor.

Afinal, adquirir um imóvel vai muito além de ter dinheiro para comprá-lo. Existem vários outros fatores que também são importantes, como acompanhar a dinâmica do mercado imobiliário. Um bom exemplo disso é que este setor apresenta momentos menos favoráveis para a compra.

Isso costuma ser resultado dos próprios momentos de crise do setor imobiliário e das características cíclicas de investir em imóveis. Tratam-se de fatores conhecidos como ciclos de valorização, que acompanham, de modo geral, a economia brasileira.

5. Não tenha medo de tirar dúvidas

Diante das questões que movimentam o mercado imobiliário, vale incluir ainda informações sobre taxas de juros, melhores condições de pagamento e o que pode ser feito para valorizar o patrimônio. O grande segredo, principalmente enquanto você estuda as possibilidades, é não ter medo de tirar dúvidas e ser comprometido com o objetivo traçado.

Um imóvel adquirido sem avaliar todos os pontos envolvidos pode gerar diferentes tipos de impactos negativos. Desde a completa desorganização financeira por se afundar em dívidas até mesmo a problemas estruturais gerados por um imóvel que precisa de muitas reformas.

Então, desenhe o planejamento do que é preciso ser alinhado até que você encontre o imóvel ideal, reúna as informações necessárias e busque conhecimento nas mais diversas fontes. Isso vai fazer toda a diferença na hora de enxergar o mercado com mais paciência e estratégia. O que é essencial em cada uma das etapas de compra de um apartamento.

6. Priorize o que é importante para você

Quando você se imagina no apartamento novo, o que é mais importante para sua qualidade de vida? Uma boa localização em um bairro com estrutura completa? Cômodos amplos? Casa ou apartamento? Condomínio com diversas opções de lazer? Tudo isso deve ser colocado na ponta do lápis ainda na etapa de planejamento para entender que tipo de imóvel deve ser o foco da busca e definir como será o caminho mais fácil até ele.

Mas saiba que nem sempre um apartamento com mais cômodos é mais caro do que um um imóvel de um quarto, por exemplo. O preço depende de vários fatores, como bairro em que o imóvel está localizado, potencial de valorização, estado de conservação, se está na planta ou pronto, além de outros fatores sazonais e regionalizados.

Dessa forma, selecione primeiro o que é indispensável em sua casa nova e, a partir disso, ganhe mais experiência de como pesquisar as oportunidades no mercado. Com esse tipo de preparação para comprar o imóvel, torna-se mais claro também o que pode ser melhorado com o tempo e o que é inegociável.

7. Entenda seus limites

Entender sua realidade financeira e o tipo de imóvel almejado é boa parte do caminho para comprar um apartamento e entender o seu perfil. De fato, depois de compreender o que estamos procurando, encontrar as grandes oportunidades do mercado parece uma tarefa muito mais simples. Observe as movimentações durante um tempo e pesquise sobre as experiências de outras pessoas.

Com essas informações em mãos, chega o momento de estabelecer quais são os seus limites. Aqui, entra o cronograma de organização financeira, em quanto tempo é o ideal estar com o apartamento pronto e quanto da sua renda pode ser comprometido com a compra do imóvel.

Ao fazer esse tipo de levantamento, automaticamente, é possível entender o que você deve buscar e os valores médios que são necessários para fechar um bom negócio. Comece com as mudanças de escolhas financeiras no dia a dia.

Economia de tempo

Tempo é dinheiro. Por isso, esse recurso tão caro também precisa entrar nessa conta. Sair procurando imóveis sem um objetivo claro faz você perder tempo. Então, ter um foco significa economizar um dos recursos mais escassos. Isso porque, ao entender o que pode ser seu futuro imóvel, você ganha em praticidade e deixa de lado as distrações ou desejos que vão atrapalhar sua satisfação pessoal.

8. Defina uma meta

Para ter um bom desempenho na organização das finanças, torna-se essencial definir uma meta. Ao saber aonde você quer chegar, a disciplina vira sua principal aliada e as decisões que toma são sempre focadas em como comprar um apartamento novo.

Nesse sentido, ao reorganizar as despesas atuais, por exemplo, faça uma reserva de emergência, que é muito importante contra imprevistos, e calcule quanto seria suficiente para arcar com suas despesas caso perca a renda durante um período.

Essa medida é interessante para evitar entrar em juros altos de cartões de créditos ou empréstimos.

Depois disso, entenda que mesmo que não seja um processo com retorno imediato, com metas, organização e consciência de consumo, é possível comprar um apartamento sozinho, sem precisar de grandes sacríficos.

9. Pesquise todas as possibilidades

O mercado imobiliário é muito amplo e existem diversas opções de pagamentos para conseguir comprar o apartamento. Mas nem todas são vantajosas conforme os seus objetivos e é preciso ter bastante atenção na hora de tomar a melhor decisão para evitar se comprometer no longo prazo e cair na bola de neve dos juros.

Então, pesquise todas as possibilidades e faça conexões com o que foi levantado no planejamento inicial. Os financiamentos são opções muito buscadas por pessoas que precisam se mudar com urgência. Na maioria dos casos, eles podem ser feitos diretamente com os bancos ou financeiras, quando o interessado dá uma entrada de, aproximadamente, 20% do valor total do imóvel.

No entanto, isso equivale a uma entrada até com valor interessante, mas os pagamentos das parcelas do financiamento tendem a ser altos e resultarão no comprometimento da renda durante um longo tempo.

Já o financiamento direto com a construtora é outra possibilidade, mas que envolve considerar a proposta de cada construtora. Avalie bem os seguintes pontos:

  • As taxas de juros estão adequadas às suas possibilidades?
  • O prazo de entrega da obra é atrativo?
  • Existem riscos de falência por conta da construtora trabalhar apenas com um mercado?

Se as três respostas forem positivas, existe mais chance de dar certo e de você conquistar a compra de um novo apartamento.

Depois dos novo passos, avalie como comprar um apartamento novo sem dívidas

Como comprar um apartamento novo sem fazer dívidas? Essa não é uma tarefa impossível ou reservada apenas à sortudos herdeiros. O consórcio imobiliário está aí para provar isso. Afinal de contas, ele permite que você compre o imóvel sem perder dinheiro.

Dentro das possibilidades disponíveis, o consórcio é uma ótima opção para quem deseja realizar o sonho de comprar um apartamento sem comprometer as finanças. Na prática, o consórcio funciona como uma economia colaborativa que traz uma solução para aquisição de bens em condições muito interessantes.

Esse tipo de consórcio funciona de maneira muito semelhante aos que possibilitam a compra de carros ou outros bens. Os participantes do grupo realizam os pagamentos das parcelas e formam um fundo comum que é usado na compra da casa própria após a contemplação dos membros.

A grande vantagem, nesse caso, é que são oferecidos diversos planos, com prazos, parcelas e valores de carta de crédito para atender às suas expectativas e necessidades. Assim, ao fazer a contratação da sua cota de consórcio, dá-se início à contribuição mensal do valor estipulado. As contemplações acontecem de duas maneiras, por meio de lance ou sorteio.

Lance e sorteio

No formato de sorteio, todos os membros do grupo concorrem em igualdade de condições e dependem da sorte. Já os lances, representam uma forma de ter mais chances de ser contemplado por conta da oferta de um valor equivalente, que é uma maneira de antecipar o pagamento das parcelas do consórcio.

Benefícios

Entre os principais benefícios do consórcio imobiliário estão a possibilidade de ter o imóvel sem se comprometer com valores de entrada e a compra 100% parcelada. Após contemplação, a aquisição funciona como um pagamento à vista no mercado, trazendo maior poder de negociação.

Além disso, vale considerar ainda que para quem está no momento de organizar a vida financeira, o consórcio traz o compromisso com o pagamento das parcelas e faz com que você realize uma espécie de poupança forçada.

Agora, ficou claro o que precisa ser considerado para comprar um apartamento sem se comprometer financeiramente. O mais importante, em uma situação como essa, é compreender a necessidade de se planejar e escolher opções de compra que estejam dentro da sua realidade.

Gostou das informações? Então, leia também sobre a possibilidade de comprar apartamento na planta com consórcio.
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
home
Seu imóvel

Averbação de imóvel: o que é, como fazer e qual sua importância?

home
Seu imóvel

7 tipos de Fundos Imobiliários que você precisa conhecer!

home
Seu imóvel

Decoração 2022: veja as tendências e aplique na sua casa!