Confira aqui quais são as melhores cidades para se viver no Brasil

Está buscando qualidade de vida? Então confira nossa lista com as melhores cidades do Brasil para se viver.
  • Atualizado em December 30, 2020
  • Publicado em August 2, 2018
  • Seu imóvel

Para quem pretende comprar uma casa nova, mas ainda não sabe onde, é fundamental pesquisar quais são as melhores cidades do Brasil. Isso inclui diversos fatores, como segurança pública, mobilidade urbana, custo de vida e IDH.

Ao observar esses aspectos com atenção, você estará a um passo de realizar o sonho de ter seu primeiro imóvel sem surpresas desagradáveis. Afinal, saber escolher a residência ideal é tão importante quanto juntar dinheiro para adquirir um apartamento ou casa.

Quer saber como realizar seu sonho de uma maneira tranquila e segura? Confira as melhores cidades para se viver no Brasil!

São Caetano do Sul

Localizada bem ao lado da capital paulista, São Caetano do Sul é uma cidade relativamente pequena, com quase 150 mil habitantes. Além de ser aconchegante, o município proporciona uma excelente infraestrutura urbana e fácil acesso à capital São Paulo.

É a cidade ideal para quem tem crianças e idosos na família, pois apresenta a maior taxa de investimento público do Brasil em educação e em qualidade de vida para a melhor idade. O resultado final do IDEB referente ao ensino fundamental, por exemplo, gira em torno dos 6,2 (instituições públicas), contra uma média nacional de apenas 5,0 (média geral de escolas públicas e particulares). Além disso, exibe o melhor Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) do país: 0,862.

Segundo a medição mais recente do IBGE, o índice de pessoas empregadas na cidade está ligeiramente acima dos 75%. A renda média mensal do morador de São Caetano consiste em 3,5 salários mínimos. Quanto ao clima local, as precipitações do município ficam somam 1.360 mm ao longo do ano. A temperatura média anual é de 18 ºC.

Florianópolis

Florianópolis une prédios modernos e comodidade urbana a belas paisagens naturais. Com um IDHM de 0,847, Floripa, como é carinhosamente chamada, também merece figurar entre as melhores cidades do Brasil. Em termos populacionais, o último censo registrou pouco mais de 421 mil habitantes. Mas a projeção mais recente é de praticamente 509 mil pessoas.

A capital do estado de Santa Catarina apresenta uma alta qualidade de vida e muitas oportunidades de emprego. Em média, quase 64% da população mantém alguma ocupação profissional, recebendo uma média mensal de 4,8 salários mínimos.

Na hora de escolher um bairro para morar, você encontrará diferentes estilos. Soma-se a isso o clima acolhedor, com temperatura média anual perto de 20 ºC. Com relação ao índice de chuva no decurso dos meses do ano, ele fica acima de 1.400 mm.

Vitória

Com um IDHM de 0,845, a histórica (fundada em 1551) capital do Espírito Santo é uma das três capitais brasileiras localizadas em uma ilha — as outras são a própria Florianópolis (SC) e São Luís (MA). No entanto, Vitória é a única situada em um arquipélago fluvial.

Além de ser composta por 32 ilhas, Vitória tem uma porção continental. Tem um sistema de transporte público eficiente e conta com uma forte economia — voltada à atividade portuária — e uma guarda municipal bem organizada, que ajuda a manter a cidade como uma das mais seguras do Brasil.

A população recentemente estimada é de quase 366 mil habitantes, dos quais cerca de 68% estão empregados. A renda média mensal de cada trabalhador local está em 4 salários mínimos.

Vitória se destaca também na educação, tanto no nível superior quanto no médio e básico. O IFES está dentre as melhores escolas públicas do Brasil.

No que diz respeito ao clima, a temperatura média anual de Vitória é de quase 25 ºC — portanto, um pouco mais alta do que as demais cidades mencionadas até aqui. O registro de chuvas anuais, por sua vez, não costuma ir longe dos 1.103 mm.

Niterói

Niterói é um dos melhores municípios do estado do Rio de Janeiro para se viver. Famosa pela chamada ponte Rio-Niterói, a cidade fluminense é litorânea e histórica, o que atrai muitos turistas. Por falar nisso, o turismo é uma das principais bases de sua atividade econômica.

No que tange aos habitantes, atualmente Niterói conta com uma estimativa populacional na faixa de 515 mil pessoas; população local que usufrui de um IDHM de 0,837 e de uma renda média mensal em torno de 3,2 salários mínimos. Um ponto negativo é a margem de pessoas ocupadas, pois do total de habitantes, somente 37,8% tem trabalho registrado.

As chuvas que ocorrem em Niterói no decorrer do ano ficam perto de 1.200 mm. Já a temperatura média anual é de 23,4 ºC.

Brasília

A capital do país, localizada no Distrito Federal, é conhecida por oferecer uma alta qualidade de vida, o que a leva ao Índice de Desenvolvimento Humano Municipal de 0,824. Isso porque é uma cidade planejada, que foi projetada pelo mais famoso arquiteto brasileiro, Oscar Niemeyer. A cidade abriga cerca de 3 milhões de pessoas, de acordo com a projeção mais recente.

É uma cidade muito arborizada, com ótima infraestrutura e belas obras arquitetônicas. Brasília é considerada Patrimônio Mundial pela UNESCO. Quem mora por lá e exerce alguma função profissional recebe, em média, 5,5 salários mínimos. O índice de pessoas empregadas, entretanto, corresponde a 45,5% do total de moradores.

O índice pluviométrico anual de Brasília oscila na casa de 1.668 mm, enquanto a temperatura média do mesmo período é de 21 ºC.

Curitiba

Chamada de "capital ecológica do Brasil", Curitiba é famosa pelo cuidado com o meio ambiente e a qualidade de vida de seus moradores. Isso faz com que as famílias encontrem muitas opções de lazer e contato com a natureza, como parques, bosques, trilhas e cachoeiras. O município também se destaca pelo efetivo projeto de mobilidade urbana.

O atual IDHM de Curitiba é de 0,823 . Considerada uma das cidades mais ecológicas da América Latina, Curitiba exibe ótimos índices relacionados à qualidade do ar, água, saneamento básico, transporte e governança ambiental.

Situado no estado do Paraná, o território de Curitiba contempla uma população estimada em quase 2 milhões de pessoas, das quais praticamente 54% estão empregadas, com uma renda mensal de 4 salários mínimos em média.

Ideal para quem quer fugir do calor, o clima curitibano é ameno durante a maior parte do ano — e bastante frio no inverno. A média da temperatura anual fica em apenas 17 ºC. Na hora da chuva, os números apontam uma média total de 1.390 mm ao longo do mesmo intervalo.

Nova Lima

Localizado na Região Metropolitana de Belo Horizonte, o município apresenta o mais alto IDHM (0,813) do estado de Minas Gerais. Os fatores que mais contribuíram para esse resultado foram longevidade, renda (média mensal de 3,7 salários mínimos) e educação, concedendo a Nova Lima o status de cidade com maior qualidade de vida da região.

Com pouco mais de 96 mil habitantes, a cidade conta com diversas minas de extração de minérios e tem atraído o interesse de indústrias. Por estar a apenas 18 km da capital do estado, ainda há a possibilidade de trabalhar ou estudar por lá. As belas paisagens naturais, a gastronomia e a produção de cervejas artesanais são os maiores atrativos para os turistas.

Em se tratando de clima, as chuvas médias anuais de Nova Lima não chegam aos 1.400 mm. A temperatura média do período é relativamente amena: 21 ºC.

Americana

Americana está localizada na macrorregião de Campinas, ao leste do estado de São Paulo. Trata-se de uma típica cidade do interior, algo que explica a facilidade com que ainda se encontra bastante atividade agropecuária na região.

Quanto ao IDHM, Americana exibe um interessante 0,811, suficiente para incluir a cidade entre as melhores para se viver no Brasil. Atualmente, o cálculo de habitantes mostra uma projeção para 240 mil, com 36,4% das pessoas empregadas e uma renda mensal média de 2,9 salários mínimos.

Americana está a apenas 129 km de São Paulo e 38 km de Campinas, o que permite desfrutar da tranquilidade da cidade pequena e ter acesso rápido às facilidades (como shoppings e aeroportos) das metrópoles.

O clima da cidade no intervalo de um ano é caracterizado por uma temperatura média de 20 ºC. O volume de chuvas anual se mantém próximo do limite de 1.264 mm.

Joinville

Ao contrário do que se imagina, Joinville é a maior e mais populosa (número de habitantes estimado em mais de 597 mil pessoas) cidade do estado de Santa Catarina. Um dos seus diferenciais é a manutenção daquele típico ritmo de cidade interiorana, que lembra as vantagens de comprar uma casa de campo, por exemplo.

Além de a maior parte do comércio fechar aos domingos, as ruas são tranquilas e silenciosas à noite. Isso tudo contribui para a alta qualidade de vida de seus moradores. Por falar nisso, o IDHM de Joinville é 0,809.

Essa carismática localidade catarinense também é uma boa opção para quem trabalha no ramo industrial e tecnológico. Cerca de 40% de toda a população exerce alguma atividade profissional. A média salarial da cidade é de 2,9 salários mínimos.

Apesar de estar em uma região fria, as montanhas ao redor ajudam a manter a temperatura mais elevada ao longo do ano — média anual de 21 ºC. Em compensação, chove com regularidade razoável do início ao fim do referido período: 1.706 mm.

Maringá

Situada a 98 km de Londrina, Maringá está localizada em uma espécie de área nobre do norte do Paraná. Outro detalhe é a maior proximidade de cidades paulistas comparado com Curitiba, o que faz diferença para quem viaja muito para o estado São Paulo. Se você deseja morar no interior, Maringá também se apresenta como uma boa candidata.

Trata-se de uma cidade planejada de acordo com o modelo de cidade-jardim. Isso significa que o projeto urbano do município é pautado em uma intensa arborização. O resultado reside no fato de que Maringá é uma das cidades com o ar mais limpo do Brasil. Não à toa, o IDHM dela é de 0,808.

Com relação ao porte, Maringá é considerada uma cidade média, já que tem uma população estimada em 430 mil habitantes. O grupo de pessoas empregadas equivale a 47,1% desse total e recebe uma média de 2,8 salários mínimos por mês.

Maringá é conhecida pela excelência na segurança pública e saneamento básico, além de ter uma economia forte e diversificada (agricultura, indústria e serviços). Logo, ela oferece uma infraestrutura completa para quem faz questão de viver bem e está atento aos fatores que interferem na valorização dos imóveis.

Se você também leva em consideração o clima, saiba que Maringá registra temperatura média de 17,7 ºC ao ano. A esse índice se soma volume de chuvas que cai na cidade com o passar dos meses: 1.276 mm por ano em média.

Campinas

Classificada como uma das metrópoles mais relevantes do país, Campinas é uma das maiores cidades do estado de São Paulo. Ela conta com uma ótima infraestrutura e ampla variedade de serviços, o que inclui o Aeroporto Internacional de Viracopos.

Em números populacionais, Campinas comporta 1 milhão e 213 mil habitantes. O IDHM é 0,805, enquanto o índice da população que ocupa algum cargo no mercado de trabalho é 38,7%. A média salarial mensal da cidade fica ao redor de 3,9 salários mínimos.

Na área de ensino, pesquisa e emprego, a cidade também impressiona positivamente. Afinal, é na região de Campinas que está um inestimável polo de pesquisa brasileiro, alimentado por profissionais que, em grande parte, formam-se na Unicamp, que está entre as 10 primeiras no ranking de melhores universidades da América Latina.

Em resumo: Campinas é o lugar ideal para quem deseja viver em uma cidade grande e completa, mas sem o ritmo acelerado das megalópoles, como São Paulo. Além de não ficar longe da capital, é próxima a dois dos maiores polos turísticos do estado, Holambra (1 hora de carro) e Campos do Jordão (3 horas).

Desde que o ano não supere máximas ou mínimas históricas, a cidade costuma propiciar temperaturas que ficam próximas de 19 ºC. Assim como em outros municípios, a média anual de chuvas (1.315 mm) ajuda a suavizar os anos mais quentes.

Uberaba

Apesar de exibir um IDHM razoavelmente abaixo (0,772) dos demais municípios apresentados aqui, Uberaba tem seus atrativos. Ela é, por exemplo, uma cidade histórica localizada no estado de Minas Gerais, na região conhecida como Triângulo Mineiro.

No que tange à infraestrutura, Uberaba tem a seu favor a presença de indústrias, universidades e um ótimo planejamento urbano, incluindo quase 100% de esgoto tratado e vias pavimentadas. Ao lado de um polo educacional e cultural, os moradores do município também têm à disposição diversos parques dotados de extensas áreas verdes.

Seja na indústria, seja em atividades agrícolas, praticamente 30% da população de Uberaba se mantém empregada, com pagamentos médios de 2,8 salários mínimos.

A cidade é significativamente quente no decorrer do ano, com registro de temperatura média na ordem de 22 ºC. As chuvas são presença constante, uma vez que a média do índice pluviométrico é de 1.571 mm por ano.

Comprar um imóvel é um passo importante na vida de qualquer pessoa; por isso, é fundamental que a cidade escolhida seja segura, bem estruturada e atenda a todas as suas necessidades. Agora que você já sabe quais são as melhores cidades do Brasil, vale a pena entender como funciona a garantia de imóvel no processo de compra.

Quer receber outras dicas interessantes sobre as melhores cidades brasileiras? Curta nossa página no Facebook e ative as notificações!
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
home
Seu imóvel

Existe diferença entre reformar e restaurar? Venha descobrir!

home
Seu imóvel

O que é e como posso calcular a variação do INCC?

home
Seu imóvel

9 cuidados para quem tem animais de estimação em apartamento