Consórcio para pessoa jurídica: existem diferenças no processo?

Entenda neste artigo como o consórcio para pessoas jurídicas é uma boa alternativa para expandir seu negócio.
  • Atualizado em April 7, 2021
  • Publicado em January 9, 2018
  • Consórcio

Uma empresa precisa constantemente pensar em aumentar seu patrimônio e obter redução de custos. A gestão financeira é essencial nesse processo, mas existem outras ideias que podem ser colocadas em prática. Uma delas é o consórcio para pessoa jurídica.

Muitos empreendedores desconhecem a atividade de consórcio, mas acredite: é uma maneira de ajudar a sua empresa sem passar por sufocos e imprevistos. Ao mesmo tempo, obtém-se mais economia, e o acúmulo de patrimônio é garantido.

O consórcio é uma modalidade de crédito para a aquisição de vários tipos de bens. É uma forma de economia colaborativa e autofinanciamento parcelado, longe de juros. As pessoas se reúnem em grupo para conseguir poupar quanto precisam. Os bens adquiridos pelo processo podem ser casas, terrenos, construções, caminhões, automóveis etc.

Neste artigo, você entenderá mais sobre esse processo e como sua empresa pode utilizá-lo para conseguir as aquisições que precisa. Acompanhe para saber mais!

Como funciona o consórcio para pessoa jurídica?

Essa modalidade é ofertada para empresas, as quais se tornam consorciadas. É uma alternativa válida porque permite agendar a compra de bens e serviços sem comprometer o capital de giro com a aquisição imediata. Além disso, a compra dos bens tem um custo mais baixo que quando comparado à outras formas de aquisição parcelada. Portanto, é uma forma de investimento.

O foco é a compra de bens móveis, imóveis ou serviços. No primeiro caso, é possível renovar a frota. No segundo, consegue-se planejar a aquisição de um novo prédio ou terreno para ampliar as atividades, ou para obras de construção ou reforma. Ainda há o consórcio de serviços, voltado para a contratação de assessorias, trabalhos advocatícios, de comunicação visual e consertos em geral.

Vale a pena reforçar que as regras são as mesmas do consórcio para pessoas físicas. Isso significa que, após a contemplação, você pode escolher o bem ou serviço que deseja adquirir dentro do que está estipulado em contrato.

O processo de realização do consórcio para pessoas jurídicas ou físicas envolve buscar uma administradora, que é a empresa responsável por prestar serviços de administração dos grupos de consorciados. Ou seja, é a administradora que agrupa as pessoas e organiza as assembleias para as contemplações dos consorciados.

Com uma periodicidade determinada, os consorciados pagam as parcelas do grupo de consórcio do qual fazem parte. Esses aportes formam o saldo de caixa para contemplar todos os integrantes do grupo. A contemplação para utilizar o crédito e realizar a aquisição do bem pode ocorrer por sorteio ou por lance, que é uma forma de o consorciado aumentar suas chances de ser contemplado.

Após a sua contemplação, o consorciado tem a liberdade de decidir o bem ou serviço que deseja adquirir, desde que esteja dentro do mesmo segmento contratado. A carta de crédito, na prática, é equivalente a um valor à vista; dessa forma, é possível ter um maior poder de negociação no momento da compra.

Realizada a aquisição do bem ou serviço, o consorciado deve continuar pagando as parcelas até o encerramento do plano, que só acontece quando ele quitar todas as parcelas do plano contratado.

Quais são os benefícios do consórcio para pessoa jurídica?

O consórcio para pessoa jurídica apresenta diversos benefícios para o seu negócio. Por se tratar de uma espécie de poupança programada, ele permite a aquisição de variados tipos de bens e serviços sem comprometer significativamente o capital de giro.

A seguir, confira as principais vantagens de contratar o consórcio direcionado para empresas.

Investimento sem entrada

Assim como no caso das pessoas físicas, os planos de consórcio para pessoa jurídica não cobram um valor de entrada. As parcelas ficam adequadas à necessidade da empresa e o prazo do contrato é flexível, sendo determinado na hora da contratação. Você ainda pode antecipar a contemplação por meio de lance.

Plano personalizado para sua necessidade

Uma das grandes vantagens do consórcio é a possibilidade de escolher o plano ideal para as suas necessidades. Isso significa que você pode determinar o valor da carta de crédito mais adequada para o seu objetivo, bem como escolher o valor das parcelas e o prazo de pagamento, considerando as opções disponíveis no seu grupo de consórcio. Dessa forma você consegue realizar seu investimento sem prejudicar o fluxo de caixa da empresa.

Segurança no investimento

O consórcio é um modelo de aquisição que tem legislação própria a fim de manter a segurança do sistema. Além disso, as administradoras de consórcio são fiscalizadas pelo Banco Central, o que garante a credibilidade do consórcio.

Manutenção do poder de compra

O valor da carta de crédito continua sendo atualizado durante o período de validade do contrato. Essa atualização ajuda a manter o poder de compra da sua empresa. Assim, após a contemplação, você pode adquirir um bem ou serviço com um valor atualizado, condizente com o cenário econômico do momento.

Expansão mesmo em períodos de crise

Sua empresa pode continuar ampliando suas atividades com o consórcio, mesmo quando a economia está em crise. Essa é uma maneira de rever a sua estratégia e ter mais fôlego para esperar a retomada do crescimento do negócio.

Enquanto isso, você continua investindo seu dinheiro e pode controlar melhor o fluxo de caixa, pois o consórcio possibilita que você planeje a aquisição que deseja fazer.

Flexibilidade de uso do crédito

Sua empresa adquire uma cota e faz parte de um grupo de consórcio. Assim que houver a contemplação, é possível comprar qualquer bem ou serviço que faz parte da categoria abrangida pelo contrato.

Por exemplo: se for um consórcio de imóveis, pode ser uma casa, apartamento, pavilhão ou galpão, reforma ou ampliação. Se for um consórcio de veículos, a escolha pode recair em carro de passeio, caminhonetes, motos, caminhões, entre outros. Assim, você tem uma possibilidade maior de usar o crédito conquistado para aumentar os ativos do seu empreendimento.

Negociação de mais descontos

Como vimos, a carta de crédito contemplada equivale à aquisição à vista do bem ou serviço, o que possibilita negociar um desconto mais significativo. Você tem um poder de barganha mais elevado e pode alcançar melhores preços e benefícios.

Como escolher a administradora para contratar o consórcio?

Saiba que o processo de consórcio para pessoas jurídicas pode variar conforme a administradora. Para garantir que a experiência seja a melhor possível, nossa recomendação é adotar diversos critérios na escolha da empresa. Alguns sinais relevam se a administradora realmente cumpre o que promete e zela pelo atendimento ao cliente.

Conheça a experiência da empresa e a reputação dos vendedores. Administradoras que se mantêm firmes no mercado por muitos anos costumam seguir à risca a legislação para o setor e contam com maior renome entre os clientes.

Então, confira as questões direcionadas à administradora em sites voltados para reclamações de produtos e serviços, como o Reclame Aqui, e verifique se ela é uma das associadas na Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC).

Para se certificar da reputação dos vendedores, veja se eles prestam um bom atendimento, têm uma abordagem transparente e estão autorizados a representar a administradora em contatos comerciais. Tudo isso é indispensável para garantir um consórcio seguro, com a confiança de que você está investindo o dinheiro da sua empresa da melhor forma.

A administradora da Racon Consórcios é uma das líderes no mercado de consórcios no Brasil, com mais de 33 anos de experiência oferecendo o suporte de especialistas aos clientes. Com uma atuação baseada em três premissas, relacionamento, flexibilidade e credibilidade, a Racon se empenha para oferecer taxas vantajosas e o máximo de transparência.

Neste post, vimos que o consórcio para pessoa jurídica é uma alternativa muito interessante para aumentar seu patrimônio empresarial e expandir o seu negócio em qualquer situação econômica e financeira. Com essa modalidade de crédito, você protege o seu capital de giro, garante um bom negócio e evita endividamentos.

Agora que você já tirou suas dúvidas sobre a atividade de consórcio para pessoa jurídica, conheça tudo sobre o trabalho da Racon Consórcios!
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
monetization_on
Consórcio

Saiba como funciona a contemplação no consórcio

monetization_on
Consórcio

Consórcio para pequenas empresas: como usar para gerar expansão?

monetization_on
Consórcio

Lance fixo no consórcio: esclareça as suas principais dúvidas!