Independência financeira feminina: saiba como conquistar a sua!

Deseja conhecer algumas dicas que ajudarão a conquistar a sua independência financeira? Leia este artigo!
  • Atualizado em August 12, 2021
  • Publicado em August 12, 2021
  • Planejamento Financeiro

Há muito tempo as mulheres lutam para conquistar liberdade e independência financeira. Na atualidade, elas pagam os seus próprios impostos, têm o seu patrimônio pessoal e fazem investimentos financeiros. A geração Y está aproveitando oportunidades que outras gerações não tiveram no passado.

As mulheres estão se concentrando mais em desenvolver as suas carreiras e estão em busca da independência financeira. Neste artigo, você vai descobrir qual é a importância de assumir essa postura e como é possível se tornar independente em suas finanças.

Quer saber o que precisa ser feito para essa conquista? Confira este conteúdo!

Saiba o que é independência financeira feminina

Independência financeira não significa ser milionária ou atingir um nível elevado de riqueza. Ser independente financeiramente quer dizer que você tem condições de manter as suas contas em dia, construir o seu próprio patrimônio, saber investir nas opções certas e não depender de outras pessoas para fazer aquilo que gosta ou sonha.

A independência financeira tem a ver com organização das finanças e estabilidade para escolher um trabalho que ama e não por que precisa dele para sobreviver. Portanto, esses termos estão relacionados à liberdade econômica para a realização dos sonhos ou para trabalhar naquilo que realmente traz alegria sem precisar do auxílio de outras pessoas.

Confira como conquistar a sua independência financeira

A independência financeira pode ser atingida em estágios. Ou seja, todas as mulheres podem alcançá-la seguindo algumas etapas simples. Inicialmente, é necessário conseguir um trabalho para ter os seus próprios rendimentos. Depois, é preciso aprender a controlar a renda e a usá-la em seu benefício. Veja a seguir as principais dicas para atingir esse objetivo!

Tenha um planejamento financeiro

O planejamento financeiro envolve um controle dos gastos mensais. Você pode começar a criá-lo utilizando uma planilha do Excel ou um aplicativo adequado para esse fim. Registre em uma coluna todas as suas despesas com moradia, água, energia elétrica, aluguel, condomínio, alimentos, roupas, calçados etc. Na outra coluna, faça o registro dos seus rendimentos.

Nela você poderá incluir o seu salário mensal e os rendimentos provenientes de outras fontes — por exemplo, contratos de locação de imóveis, investimentos financeiros e renda extra. É preciso haver um equilíbrio entre essas duas colunas. Por isso, verifique quais são os gastos que podem ser eliminados para que sobre dinheiro para investir.

Faça investimentos

Existem vários tipos de investimentos que podem ser feitos para aumentar a sua independência financeira. Você pode investir adquirindo ativos financeiros, por exemplo, moeda estrangeira, commodities, ações da bolsa de valores etc. É necessário ver qual é o tipo de investimento que mais a atrai e que se encaixe em seu comportamento.

Os investimentos em Renda Fixa oferecem previsibilidade de retorno por serem conservadores e seguros. Nesse tipo específico, é possível encontrar pós-fixados e pré-fixados. Alguns exemplos comuns são as letras de câmbio ou de crédito e os certificados de depósito bancário do Tesouro Direto. Já os investimentos de renda variável são os fundos imobiliários, fundos de ações, fundos multimercados etc.

Outra excelente opção para fazer investimentos seguros são os consórcios. Com a modalidade de compra programada você conseguirá investir sem pagar juros e ainda poderá construir um patrimônio sólido. Uma ótima oportunidade é comprar cotas para adquirir imóveis, sendo que, após a contemplação, as casas ou apartamentos poderão ser alugadas e começar a gerar renda. Nos consórcios existe a taxa de administração, que é a forma de remuneração de uma administradora de consórcio.

Defina objetivos

Estabeleça as suas metas de economia para conseguir guardar uma quantia todos os meses. Defina um valor pequeno a princípio e conforme forem as suas condições atuais. Crie o hábito de poupar sempre que for possível e reduza os gastos mensais. A criação de uma reserva de emergência é fundamental para superar os momentos de crise.

Após a definição dos seus objetivos pessoais, será mais fácil eliminar despesas com itens supérfluos que ficam sem uso nos armários. Tenha em mente que você está se preparando para conquistar a liberdade econômica e para isso é preciso ter algum dinheiro disponível. Esses valores poderão servir de suporte e cobrir as necessidades futuras para cumprir as suas metas.

Tenha disciplina

Para alcançar a independência financeira é fundamental ter disciplina. O planejamento precisa ser colocado em prática para colher os seus benefícios. Esteja consciente de que é preciso modificar seus hábitos para alcançar o que deseja. Cumpra as metas estabelecidas, acompanhe e controle tudo o que gasta durante o mês e evite ultrapassar o orçamento.

Reduza os gastos

Caso você esteja disposta a alcançar a estabilidade, terá de reduzir os gastos que não são indispensáveis para a sobrevivência. Corte despesas relativas às compras de produtos que não precisam ser substituídos e aprenda a comprar apenas aquilo que realmente necessita. Ao entrar em uma loja e visualizar os itens, pergunte a si mesma se não está agindo por impulso.

Não compre por impulso

É normal fazer compras para aliviar o estresse ou ter a sensação de poder. No entanto, essa conduta pode ser prejudicial para as mulheres que decidem alcançar a sua liberdade financeira. Evite descumprir o planejamento financeiro fazendo aquisições desnecessárias. Não compre sem fazer pesquisas de preço e defina um percentual do seu orçamento para realizar os seus desejos.

Compre à vista

As mulheres que compram a vista geralmente conhecem o seu poder de barganha. Não hesite na hora de pedir descontos que não são concedidos para quem compra parcelado. Desse modo, você conseguirá economizar dinheiro e não comprará produtos apenas porque estavam em promoção. Saiba que as técnicas de marketing são armadilhas para aumentar o consumo.

Use cartão de crédito com moderação

Os cartões de crédito são recursos úteis que podem ser usados em momentos de emergência ou para a aquisição de produtos mais caros. Porém, não use essa ferramenta de modo desenfreado para suprir anseios momentâneos, pois ela causa a ilusão de que é fácil comprar. Ocorre que esse dinheiro invisível trará impactos significativos em seu orçamento se não houver um controle mais rigoroso.

Precisa obter mais informações? Continue a leitura, conheça a diferença entre economizar, poupar e investir!
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
attach_money
Planejamento Financeiro

Despesas fixas: o que são, quais os tipos e como reduzir?

attach_money
Planejamento Financeiro

Quais são as 4 principais vantagens de abrir conta digital?

attach_money
Planejamento Financeiro

Quer saber como negociar as suas dívidas? Veja nossas dicas!