Qual o melhor consórcio para imóveis e automóveis? Como não errar na escolha?

Quer saber como não errar na escolha do melhor consórcio? Então confira estas dicas infalíveis!
  • Atualizado em October 24, 2023
  • Publicado em May 19, 2021
  • Consórcio

Você certamente já ouviu falar muito sobre essa modalidade de compra, baseada na junção de pessoas que têm um mesmo objetivo: adquirir um bem ou serviço, ou seja, trata-se de um autofinanciamento coletivo. Mas, sabe qual o melhor consórcio para imóveis e automóveis?

O que considerar na hora de escolher? É sobre isso que vamos falar agora!

Bom, você já sabe que essa é uma excelente alternativa para ajudar na realização de um sonho que exige um investimento mais alto, como a compra de um carro, de um imóvel, fazer uma faculdade, uma cirurgia plástica, entre tantas outras opções.

Por isso, é importante saber escolher o consórcio mais vantajoso entre tantos que existem no mercado. Como não é uma tarefa tão fácil, preparamos uma lista com as dicas que precisam ser aplicadas na hora de escolher a melhor opção.

Continue acompanhando e veja ainda como escolher um bom consórcio e quando contratar um!

Como escolher um bom consórcio?

Há como escolher um bom consórcio seguindo algumas etapas: escolha uma administradora confiável e autorizada; encontre taxas vantajosas; escolha prazos compatíveis com seus objetivos; confira todos os custos envolvidos; verifique as regras sobre contemplação, sorteios e lances; e leia o contrato com atenção e tire dúvidas.

Entenda, em detalhes, sobre cada etapa!

1. Escolha uma administradora autorizada e transparente

2. Encontre taxas vantajosas

3. Escolha prazos compatíveis com os seus objetivos

4. Conheça os custos

5. Verifique as regras sobre contemplação e lances

6. Leia o contrato com atenção

1. Escolha uma administradora autorizada e transparente

Antes de qualquer coisa, é importante saber que quem fiscaliza o setor de consórcios no Brasil é o Banco Central (BC). Logo, é a entidade que estipula todas as normas e que faz o acompanhamento das atividades das administradoras de grupos de consórcio no país todo.

É imprescindível que você escolha uma administradora autorizada e fiscalizada pelo Banco Central.

Mas aí você deve estar se perguntando: como posso saber se a empresa onde fiz orçamento do consórcio funciona legalmente? Bom, é muito simples ter essa resposta.

Basta acessar a lista de empresas autorizadas, que sempre recebe atualizações pelo Banco Central.

Além de fazer a consulta para se certificar de que há autorização, você pode pesquisar sobre a reputação da instituição, verificando se ela é transparente, confiável e se existem reclamações de clientes.

Por fim, outra dica muito relevante é tentar falar com a administradora para esclarecer suas dúvidas. Assim, você testa a forma de atendimento prestado e os canais de comunicação da empresa.

2. Encontre taxas vantajosas

Nos consórcios, não há incidência de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) e nem a cobrança de juros. No entanto, as administradoras cobram taxas de administração como forma de remunerar o trabalho realizado.

Por isso, a tarefa de escolher o melhor consórcio precisa passar por uma análise das taxas cobradas junto a parcela para avaliar se o negócio é vantajoso.

Além do mais, preste muita atenção ao valor das parcelas, para ter certeza de que elas estão dentro do seu orçamento. E lembre-se de analisar o CET (Custo Efetivo Total) da operação, analisando cada item cobrado.

3. Escolha prazos compatíveis com os seus objetivos

Busque um consórcio que tenha um prazo compatível com os seus propósitos. Afinal, entre o começo e o fim do contrato, não é possível garantir o momento em que você vai receber a contemplação, certo?

Procure considerar, ainda, que os prazos menores geralmente resultam em parcelas mais altas.

Então, opte pelo negócio que caiba tanto nas suas expectativas quanto no seu bolso. Uma dica valiosa: quanto menor for a urgência em obter a carta, mais chances você terá de conquistar um consórcio realmente vantajoso.

4. Conheça os custos

Dependendo do valor do consórcio, é normal que o contrato tenha duração de alguns anos. Além disso, podem incidir nas parcelas alguns serviços que oferecem maior segurança aos consorciados.

O seguro de vida é um dos mais comuns. Ele assegura o funcionamento do grupo em caso de falecimento de algum integrante. É bastante comum também a formação de um fundo de reserva. Nesse caso, o objetivo é usar a quantia do fundo no caso de algum membro ficar inadimplente.

Por fim, outro custo que você precisa avaliar, sobre o qual já falamos, é a taxa de administração, já que ela pode variar entre as administradoras. Não se esqueça de que ela influencia o valor final das parcelas.

5. Verifique as regras sobre contemplação e lances

A contemplação é um ponto muito importante na hora de analisar o melhor consórcio. Ela ocorre por meio de sorteios que são feitos em assembleias, porém, há variações nas regras de acordo com a administradora e o grupo de consorciados.

Além disso, vale destacar que os contratos geralmente trazem a opção de lances para a contemplação. Eles são uma forma de ter mais chances de ser contemplado por meio da oferta de um valor como forma de antecipação das parcelas do consórcio.

No entanto, há regras específicas em cada contrato sobre o tipo de lance que é aceito, as normas no caso de empate entre vários lances e os limites de valor. Por isso, é preciso observar tudo isso com calma.

6. Leia o contrato com atenção

O contrato precisa ser bem claro a respeito dos termos, especificando tudo o que foi negociado e prometido pela administradora do consórcio. Jamais aceite promessa verbal ou outro meio de garantia. Toda administradora séria vai regularizar o processo em um contrato.

Ao ler o documento atentamente, verifique todas as cobranças e taxas que vão ser feitas, os valores das parcelas e da carta de crédito, o índice de reajuste, o fundo de reserva, os prazos para pagamento, regras em relação às assembleias de contemplação e todos os direitos e deveres dos participantes.

Quando contratar um consórcio?

Há algumas situações que indicam quando contratar um consórcio, como não urgência em adquirir o bem; necessidade de aprender a poupar dinheiro; desejo de aumentar o patrimônio; desejo de comprar algo e não poder pagar à vista; investimento no futuro; e vontade de realizar um autofinanciamento sem taxa de juros.

Afinal, o consórcio adiciona às parcelas mensais apenas uma taxa de administração, que serve como valor de troca pelos serviços realizados pela administradora.

Entenda melhor sobre quando contratar um consórcio!

Quando não há urgência

Pelo fato do consórcio durar alguns meses ou anos, dependendo da escolha do consorciado, é preciso não ter pressa em adquirir o bem desejado, como carro e imóvel.

É preciso ter um planejamento e respeitar seu orçamento mensal. Até porque, mesmo sendo contemplado antes do prazo final do plano contratado, o pagamento das parcelas continuará durante a vigência do contrato.

Quando quer poupar dinheiro

O consórcio é excelente para aprender a fazer e seguir um planejamento financeiro. Como se fosse um investimento mensal obrigatório, ele contribui para que a pessoa se organize para conseguir alcançar sua meta final, que é a compra do bem.

Outro ponto positivo é que o consorciado escolhe o tempo que deseja pagar as parcelas, abrindo flexibilidade com valores que não pesam no bolso.

Leia também: 7 vantagens de poupar dinheiro por meio do consórcio

Quando deseja aumentar o patrimônio

Comprar um carro ou adquirir um imóvel é um grande passo para ampliar o patrimônio. O consórcio permite um crescimento mais estável e sustentável financeiramente a longo prazo, sem prejudicar as finanças.

Além disso, esse aumento de patrimônio pode ser planejado. Por exemplo, o pai ou a mãe pode investir anos antes em um carro para o filho que já está perto dos 18 anos.

Quando não pode pagar à vista

Um dos maiores motivos de contratar um consórcio para adquirir um carro ou imóvel é quando não há dinheiro suficiente para pagar à vista e nem dar entrada.

Isso porque, ao entrar em um grupo, não há necessidade de dar valor de entrada. É preciso apenas quitar as parcelas mensalmente.

Quando não quer pagar taxa de juros

Mais um destaque sobre essa modalidade de investimento é a ausência de taxa de juros, havendo só a cobrança de taxas de administração. Logo, geralmente, as parcelas costumam ficar mais suaves e personalizadas para cada consorciado.

A taxa de administração é um percentual fixo cobrado em cima da carta de crédito, que é diluída nas parcelas mensais durante todo o período de vigência do plano. Esse valor é enviado à administradora como remuneração pela gestão do grupo.

Continue aprendendo: Entenda mais sobre as taxas do consórcio!

Qual o melhor consórcio para imóveis e automóveis?

Para facilitar seu trabalho, apresentamos um pouco da trajetória da Racon Consórcios, que é uma das líderes no mercado de consórcios. Com mais de 33 anos de experiência no Brasil, é uma marca sólida e com total credibilidade, que oferece uma abordagem transparente com os consorciados.

Sem dúvida alguma, é a melhor opção para quem busca uma experiência diferenciada e uma abordagem transparente com consórcios.

Além disso, a empresa conta com uma equipe de profissionais especializados para assegurar o atendimento personalizado e uma boa comunicação com os clientes. Afinal, o objetivo é sempre atender as necessidades dos consorciados .

Por fim, vale ressaltar que a administradora da Racon Consórcios é certificada pela ISO 9001:2015. Isso garante o compromisso constante com a satisfação dos clientes e os padrões de qualidade elevados nos processos da empresa.

O consórcio é uma ferramenta muito vantajosa para quem está buscando atingir objetivos financeiros a longo prazo, de modo planejado.

Com parcelas que cabem no bolso e planos flexíveis, você tem tranquilidade para investir nos seus sonhos, construindo seu patrimônio desde cedo. Basta que você saiba escolher qual o melhor consórcio para imóveis e automóveis!

Entenda como funciona o consórcio e as vantagens desse investimento!

Gostou de saber como fazer essa escolha tão importante para investir no seu futuro? Aproveite e comece a planejar, simule aqui a conquista do seu imóvel ou veículo!
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
monetization_on
Consórcio

Randoncorp e Racon Consórcios estão entre as marcas mais lembradas do RS

monetization_on
Consórcio

Como declarar consórcio no Imposto de Renda: passo a passo

monetization_on
Consórcio

Descubra como entrar em um consórcio: passo a passo prático!