Confira 4 passos de como quitar consórcio antecipadamente

Entenda neste texto como quitar o consórcio de maneira antecipada e aproveitar todos os benefícios.
  • Atualizado em October 21, 2022
  • Publicado em October 21, 2022
  • Consórcio

Quitar consórcio antecipadamente é um processo que costuma gerar diversas dúvidas. Além da possível economia com as parcelas, existem uma série de outras vantagens envolvidas e todas elas devem ser consideradas no momento de decidir.

Por conta disso, se torna muito importante conhecer as condições oferecidas pela administradora, entender como se encaixam no seu orçamento e tomar as medidas necessárias para fazer isso em segurança.

Quer saber mais? Neste post vamos mostrar 4 passos essenciais para quitar o consórcio sem prejudicar a sua saúde financeira. Confira!

1. Faça um planejamento financeiro

O mais importante no momento de quitar o consórcio é fazer um planejamento financeiro minucioso. Afinal de contas, sem organização, não é possível entender onde está indo seu dinheiro e como usá-lo da melhor maneira possível.

Ao adquirir um plano de consórcio, você tem as informações programadas com total consciência em relação aos valores e número de parcelas. Para conseguir quitá-lo antecipadamente é necessário ter a disponibilidade de pagamento no orçamento e controle das despesas a longo prazo.

Então, coloque todos os gastos na ponta do lápis e tenha como principal meta quitar o consórcio antecipadamente, de acordo com os seus objetivos. Com o planejamento bem alinhado, fica muito mais simples gerenciar as contas, cortar supérfluos e tomar boas decisões com a entrada de valores extras, como décimo terceiro, adicional de férias ou até mesmo de rendas extras sazonais.

Mesmo que as finanças fiquem mais regradas durante o período de organização, a quantia que seria usada nas parcelas futuras permite realizar outros sonhos ou trazer mais conforto para você e para a sua família.

2. Entenda quais são as formas de pagamento

Uma das principais vantagens de quitar o consórcio é garantir mais economia por não ficar sujeito aos reajustes previstos em contrato realizados pela administradora do grupo. Mas para isso, se torna indispensável compreender quais são as formas de pagamento disponíveis e qual delas se encaixa com suas possibilidades e seus objetivos.

Sem contar que é comum que o consorciado seja contemplado antes do fim do plano. Em uma situação como essa, o procedimento é quitar até a última parcela mesmo que já esteja de posse do bem. Entretanto muitas pessoas se esquecem que ele fica alienado até o pagamento total seja feito ao longo desse período.

Isso significa que o consorciado pode usufruir do bem, mas ele ainda não é totalmente de sua propriedade porque é dado como garantia de pagamento da dívida. Assim, quitar o consórcio antecipado ainda é vantajoso por conta de fazer a transferência do título para o nome do consorciado e ter total tranquilidade.

Direta

Existem algumas formas disponibilizadas pela administradora para quitar o consórcio. A quitação direta é um dos modos de efetuar esse procedimento que tornam as vantagens ainda mais interessantes. Aqui, os pagamentos são efetuados baseados em uma ordem crescente de vencimentos, ou seja, do vencimento mais próximo para o mais distante, desse modo, existe uma grande diferença em relação à quitação inversa.

Inversa

O saldo devedor do consórcio é abatido em ordem decrescente de vencimentos. Na prática, os pagamentos começam com a parcela que estiver com o vencimento mais distante e assim por diante.

É uma estratégia muito interessante para quem deseja pagar duas parcelas de uma única vez: a com a data de vencimento mais próxima e a última com a parcela que estiver mais distante. Como resultado, os pagamentos do consórcio acontecem de maneira muito mais rápida.

Diluída

Com esta opção, se torna possível somar o saldo remanescente no consórcio e diluí-lo nas parcelas. O mais indicado é que isso seja realizado de maneira bem equilibrada e calculada minuciosamente para que os pagamentos não fiquem pesados e reduzam de maneira eficiente o tempo do consórcio.

FGTS

A liberação do FGTS (Fundo de Garantia por tempo de Serviço) é outra possibilidade muito atrativa. O saldo, neste caso, pode ser usado apenas para a quitação de consórcio de imóveis. Além disso, é necessário verificar todas as regras relacionadas e o procedimento da administradora.

3. Negocie com a administradora

Quitar o consórcio não é uma ciência exata e existem vários fatores que precisam ser considerados. Isso é importante para conseguir negociar com a administradora a melhor opção na hora de escolher a forma de pagamento mais interessante.

Muitas pessoas têm urgência de fazer os pagamentos com foco em adquirir outro bem. Por exemplo, depois do consórcio que trouxe a casa própria, o próximo desejo é adquirir um novo carro. E diante da ansiedade que isso gera, tomar decisões precipitadas se torna um risco e os prejuízos são cobrados com o passar do tempo.

Então, ouça também a administradora e avalie todos os cenários disponíveis. Pense na sua renda a longo prazo e qual seria o plano B para antecipar parcelas caso algum imprevisto acontecesse. Quando tudo isso estiver alinhado, você vai se sentir mais confiante para tomar boas decisões financeiras e com o suporte adequado dos profissionais do setor.

4. Aguarde a finalização do processo

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, quitar o consórcio e finalizar todo o processo em segurança é uma questão que leva tempo. De fato, é preciso aguardar um período para que toda a documentação seja baixada corretamente e isso precisa estar dentro do seu planejamento desde o início.

Antes de definir como será a aquisição do próximo bem ou até mesmo programar as finanças sem as parcelas do consórcio, aguarde todas as etapas e tire as dúvidas com antecedência com a administradora. Com isso, todos os benefícios de antecipar o consórcio, como a flexibilidade no orçamento e deixar o bem livre de alienação, podem ser aproveitados sem imprevistos.

Outro ponto importante está em conseguir compreender de maneira muito mais alinhada quanto da renda pode ser comprometida mensalmente em um futuro consórcio. Dessa forma é possível manter a saúde financeira focada em realizar o sonho sem desequilibrar o orçamento.

Pronto! Agora ficou claro como quitar consórcio e aproveitar todos os benefícios envolvidos. O grande segredo está em entender quais condições se encaixam com seus objetivos e negociar com a administradora para que o processo aconteça de maneira segura.

Gostou das informações do artigo? Então leia também se vale a pena antecipar parcelas do consórcio.
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
monetization_on
Consórcio

Saiba como escolher o melhor consórcio em 8 dicas práticas

monetization_on
Consórcio

Consórcio para casamento: como funciona? E como planejar?

monetization_on
Consórcio

Conheça os tipos de consórcio de serviços para realizar o seu sonho