Novos ares: o que é preciso para mudar de cidade?

Quer mudar de cidade e não sabe por onde começar? A gente ajuda você! Confira o que é necessário saber antes da mudança!
  • Atualizado em December 6, 2021
  • Publicado em June 25, 2019
  • Seu imóvel

Seja por conta do tempo perdido no trajeto casa/faculdade/trabalho, nova oportunidade de emprego ou por outro motivo, muitos desejam, e até precisam, mudar de cidade. Aliás, para quem é jovem, a mudança tem um significado maior ainda: implica, muitas vezes, em sair da casa dos pais e ter mais independência.

Embora possa parecer uma ideia maravilhosa — e é mesmo! —, antes de fazer as malas e dizer tchau para a sua família, é bom estar preparado e consciente dos desafios que virão. Assim, você não será pego de surpresa caso algum perrengue apareça!

Mas o que, de fato, é preciso saber antes de mudar de cidade? Vem com a gente que selecionamos algumas dicas especialmente para quem está nessa situação. Vamos lá!

Quando é a hora certa de mudar de cidade?

Puxe um pouquinho o freio de mão na empolgação e, em primeiro lugar, avalie se realmente está na hora certa de mudar de cidade. E como saber isso? Comece por avaliar dois pontos básicos: sua rotina e sua condição financeira.

Por exemplo, se o seu trabalho e a faculdade estão fora da cidade onde você vive, a mudança pode proporcionar mais tempo, qualidade de vida e, até mesmo, economia. Por isso, pode ser um excelente momento para mudar.

Além disso, quem trabalha e sabe como poupar dinheiro pode contar com as condições financeiras necessárias para dar um passo mais ousado e bancar os seus próprios custos. Claro, pense bem e com antecedência nos gastos que terá para não ficar no vermelho por conta da decisão.

Obviamente, a escolha ainda pode ser mais complexa, tanto por conta de um emprego quanto por questões pessoais. De todo modo, refletir sobre esses dois aspectos já são o suficiente para ao menos começar planejar a mudança.

O que considerar antes de partir de vez?

Para mudar de cidade de uma maneira segura e tranquila é necessário considerar uma série de coisas e, dependendo da distância, muitos custos podem estar envolvidos. Então, a palavra-chave para evitar dor de cabeça é planejamento.

Escolha a ferramenta que for mais adequada para você, mas faça uma checklist e organize-se antecipadamente. Caso tenha tempo, o ideal é reservar alguns meses destinados à preparação para a mudança a fim de evitar correria! A seguir, confira a seleção com os principais aspectos que devem ser considerados com antecedência.

Avalie a nova cidade

Algo que facilitará a sua vida ao mudar de cidade é fazer uma boa avaliação desse novo local onde você vai morar. Pesquise como funciona o transporte e quais são as melhores opções para se locomover entre os lugares que serão mais frequentados, como o trabalho e a faculdade.

Considere ainda a infraestrutura da região com relação a hospitais e espaços de lazer. Também é importante verificar a presença de supermercados, farmácias, academias e comércio local em geral, pois a proximidade com esses lugares deixa a sua vida muito mais fácil e prática.

Aspectos como oportunidades de trabalho, desenvolvimento, segurança e identificação são ainda outros tópicos que podem fazer parte da sua avaliação sobre a cidade.

Viaje antes para o local

Mesmo que você tenha um espírito bem aventureiro, mudar para um lugar sem conhecê-lo pode ser uma grande cilada. Então, fique esperto, Bino!

No mínimo, faça uma visita antes de mudar, ande pelos principais pontos da cidade e procure interagir com alguns moradores. Lembre-se ainda de que viver em um novo lugar é muito diferente de apenas passear como turista.

Afinal, será necessário lidar com a rotina do dia a dia, trabalhar e cumprir inúmeras obrigações. Aliás, na maioria das vezes, você terá que resolver tudo sozinho e ainda enfrentar o fato de que o local em que vive é desconhecido, ao menos durante o período inicial de adaptação.

Prepare-se para imprevistos

Mesmo com planejamento e com pensamento positivo, imprevistos fazem parte da vida, e podem acontecer muito mais quando você decide mudar de cidade. Aliás, isso ainda é mais marcante para quem deixa a casa dos pais e passa a viver por conta própria.

Inúmeros problemas podem ocorrer, desde um eletrodoméstico quebrado e que você não sabe onde levá-lo para consertar, até dificuldades de adaptação e para fazer novos amigos. Pode ter certeza de que as responsabilidades aumentarão de forma considerável!

E como lidar com essas questões? Uma boa dica é diminuir as expectativas exageradas sobre a mudança, colocar os pés no chão e a mão na massa quando preciso, além de, aos poucos, montar uma lista de contatos de serviços que pode precisar — chaveiro e encanador, por exemplo.

Outra recomendação importante é manter a calma e a cabeça fria, independentemente do tamanho do imprevisto. É claro, isso se aprende com o tempo, mas já é bom estar preparado!

Analise com cuidado os seus contratos e as suas assinaturas

Não se pode esquecer dos contratos de serviços, como energia elétrica, TV a cabo, internet etc. É fundamental buscar as empresas para saber tudo o que você consegue transferir e tudo o que tem que ser cancelado. Garanta que, ao chegar na nova moradia, você tenha todos os seus serviços habilitados para conseguir usá-los sem problemas.

No caso de precisar cancelar alguns, o ideal é pesquisar com antecedência as empresas que oferecem os serviços na cidade onde você vai morar. Uma dica é que você use a visita no local para se informar com vizinhos ou até mesmo com o síndico. Eles podem ter ótimas indicações.

Procure saber como será o transporte, caso tenha pets

Você tem animais domésticos? Se sim, é óbvio que você não vai querer deixá-los, não é mesmo? Mas para isso é preciso saber como vai ser o transporte, uma vez que existem algumas regras para viajar com animais.

Outra dica importante aqui é conversar com um médico veterinário para saber quais são as providências quanto a enjoo e demais problemas que os animais de estimação podem apresentar durante o percurso.

Planeje-se com antecedência

Para se mudar para outro local, é preciso ter um bom planejamento e isso deve ser feito com muita antecedência. Mudanças repentinas acabam trazendo problemas e dificuldades que você pode evitar ao se organizar e planejar tudo com calma.

E durante esse planejamento que você vai analisar se realmente precisa e se quer mudar de cidade e, claro, se o destino que escolheu é mesmo viável para sua nova casa. Se concluir que sim, é o momento de começar a colocar no papel como vai ser sua rotina na nova cidade.

Organize toda sua vida no novo local

Ao organizar sua ida e sua vida na nova cidade, é importante considerar alguns aspectos. Antes de tudo, é essencial que você faça uma avaliação do custo de vida do local onde você vai morar. Outro ponto importante é entender a infraestrutura da cidade, pois assim você evita alguns choques, que podem ser prejudiciais para aqueles que estão acostumados com uma vida calma ou muito agitada.

Além disso, verifique se, no local, há farmácias, lojas, escolas, supermercados e o que mais for interessante e necessário para você. Não se esqueça de procurar as opções de lazer. Uma ótima dica para analisá-las é pesquisar o mapa turístico do local.

Por fim, explore o mercado de trabalho da cidade, principalmente se você estiver mudando de local por causa de trabalho. Veja se existem vagas disponível para a sua área de atuação. O mais indicado é que você faça essa pesquisa antes de se mudar.

Decida sobre seus objetivos

Mudar de cidade, seja para estudar, seja para trabalhar, tende a ser uma mudança de vida bastante significativa. Por isso, é importante traçar seus objetivos para não ter sonhos adiados. Decida, por exemplo, se você tem a intenção de voltar para sua cidade de origem, pois se esse for o caso, é importante definir um prazo para isso acontecer.

Se for uma mudança temporária, é preciso planejar o que você precisa fazer para que consiga retornar no momento certo e com toda tranquilidade para sua cidade de origem. Agora, caso você esteja se mudando definitivamente para a nova cidade, é importante observar o que deve ser feito para tudo dar certo.

Conheça os costumes da nova cidade

Vivemos em um país muito grande e sabemos que cada região tem seus próprios costumes, certo? É por isso que, ao mudar de cidade, é essencial entender as diferenças culturais do local, sobretudo as que estão ligadas à gastronomia. Assim, você não tem surpresas depois.

O ideal é que você estude a fundo o que move a cidade, além de acompanhar as notícias do local para entender como ele funciona. Procure também pelas festas locais e esteja preparado para o que vai encontrar e vivenciar na nova região.

Por fim, outro ponto importante aqui é buscar saber o que aquece a economia local. Por exemplo, caso você resida em uma cidade maior e está se mudando para uma cidade menor e mais rural, saiba que há mudanças consideráveis que podem acabar impactando seu estilo de vida. Por isso, é imprescindível que você faça essa pesquisa inicial.

Planeje-se financeiramente

Por falar em imprevisto, planeje-se financeiramente para evitar dívidas. Mudar de cidade implica em uma série de gastos que vão muito além da mensalidade da Netflix ou de outros serviços de streaming.

Pense, por exemplo, quanto será necessário pagar para transportar roupas, objetos pessoais e a mobília para o seu novo lar. Por outro lado, quem for mobiliar do zero precisa considerar o valor dos móveis para casa e dos principais eletrodomésticos, como fogão, máquina de lavar e geladeira.

Também coloque na ponta do lápis quais são os novos gastos básicos considerando os valores praticados na cidade escolhida. Aluguel, condomínio, água, energia e internet são alguns dos principais e que chegam todo mês! Mesmo quem divide apartamento precisa cobrir esses custos.

Além disso, considere ainda a reserva de emergência necessária para se manter, especialmente caso perca o emprego. Antes de mudar, uma boa dica é guardar um valor que cubra todas as suas despesas básicas por um período entre 3 e 6 meses.

Percebeu que não é só decidir mudar de cidade e pronto? Levando em conta todos esses aspectos e planejando, sempre com bom senso, os próximos passos, certamente você conseguirá se dar bem em qualquer lugar que decida viver. Lembre-se ainda de que a experiência pode ser bastante enriquecedora e capaz de deixá-lo pronto para a vida adulta!

Agora que já sabe o que fazer para mudar de cidade, aproveite para descobrir quanto custa morar sozinho e se você tem condições de arcar com os custos!
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
home
Seu imóvel

Decoração 2022: veja as tendências e aplique na sua casa!

home
Seu imóvel

Crédito imobiliário: conceito, aplicações, vantagens e riscos

home
Seu imóvel

21 perguntas respondidas sobre o pagamento do ITBI